O lado cômico de Júlia Lemmertz

A atriz vive a personagem Belinda e diz que adora contracenar com Pedro Paulo Rangel na trama das 6

Pela quinta vez, Júlia atua na mesma 
novela que o marido Alexandre Borges
Foto: ROGÉRIO PALLATTA

Como é trabalhar – mais uma vez – com o marido na mesma novela?
É a nossa quinta novela juntos. Mas, só na primeira, Guerra sem Fim (1993), na Rede Manchete, e em Celebridade (2003) fizemos par romântico. É ótimo! Não vemos problema nenhum nisso.

Aproveitando o mote da novela: você tem algum desejo proibido?
Nunca tive nada radical (risos). Brinco com o Alexandre que o meu desejo proibido é ele, porque não estamos no mesmo núcleo. Mas a gente sempre passa o texto juntos.

Fazer trabalhos de época é mais interessante realmente?
Adoro a composição desse tipo de personagem! Belinda faz ondas no cabelo, suas unhas têm meia-lua branca, que era moda naquela época, e sotaque mineiro… Já tinha trabalhado com sotaque mineiro na minissérie JK e tenho amigos em Minas Gerais. De vez em quando, ligo pra eles e treino o jeito de falar (risos). Mas fazemos uma coisa leve pra não ficar caipira.

Seu núcleo tem um lado cômico bastante acentuado…
É verdade. Estou adorando contracenar com o Pepê (Pedro Paulo Rangel). Ele é uma pessoa adorável! Fazemos uma parte mais engraçada da novela, mas também mostramos questões familiares sérias. Minha personagem é uma mãe superprotetora, que cria muitas expectativas em relação aos filhos.

Que cenas a divertem mais?
As do ciúme da Belinda. Quando ela percebe que, muitas vezes, ele (o marido, Galileu, papel de Pedro Paulo Rangel) diz que vai tocar tuba e não é verdade.

Gosta de ver suas cenas logo depois de gravá-las?
Televisão não tem mais aquilo de você poder ficar vendo as cenas antes, não tem tempo. O ritmo está cada dia mais ágil. O importante, mesmo, é procurar fazer o melhor na hora da gravação.

Você está em plena forma. Qual é o seu segredo de beleza e boa forma?
Tomo muito líquido – sucos ou água – e não dispenso uma salada. Acho que o melhor é sempre comer pouco várias vezes por dia, não deixar para comer muito quando se está com fome. Até as 12 h só como frutas, depois salada com grelhado, arroz integral e feijão, por exemplo. No jantar, geralmente tomo sopas, que eu adoro!

Você malha?
Faço uma aula que mistura alongamento e dança. Isso me mantém bem para tudo, sempre disposta.

Como anda a vida em família? Você tem dois filhos…
Luiza está com 19 anos, fazendo faculdade de desenho industrial. Mas quer sair e cursar filosofia. Dou apoio para qualquer escolha. Sempre achei que essa parte técnica não era a dela. Ela nem pensa em TV, mas se optasse por isso seria algo ligado à cenografia, figurino ou fotografia. Miguel tem 7 anos e é um príncipe! É bem calmo, não dá trabalho. Adora jogar futebol. São dois universos muito distintos e maravilhosos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s