O pavoroso caso do bilionário acusado de tráfico sexual de adolescentes

Ligado a Donald Trump e Bill Clinton, o bilionário Jeffrey Epstein é acusado de estuprar e explorar sexualmente garotas com idade entre 14 e 17 anos.

Jeffrey Epstein é um nome que provavelmente você ainda verá muito nos noticiários. Ele é o protagonista do mais midiático caso de abusos sexuais dos Estados Unidos desde Harvey Weinstein.

Epstein está sendo investigado por estupro, exploração sexual e tráfico sexual de menores – envolvendo garotas de 14 a 17 anos. As vítimas são tantas que nem há números sendo divulgados.

Há relatos de adolescentes que dizem ter sido chamadas para serviços de massagem nas propriedades do bilionário ou no avião particular conhecido como “Lolita Express”. Epstein as recebia sem roupa e as estuprava, ou as coagia com altas quantias de dinheiro. Nos Estados Unidos as leis referentes à prostituição são mais rígidas do que no Brasil e, nesses casos, mesmo que fosse provado o consentimento, Epstein teria que responder por crimes sexuais.

Mas isso não é tudo. O bilionário é obcecado por meninas menores de idade e relatos apontam que ele criou uma teia de exploração sexual envolvendo muitas mulheres. No esquema, quando uma mulher passava a ser considerada muito velha, ela era então “realocada” e tinha a função de aliciar novas meninas.

Só que a grande cereja do bolo é que Epstein gostava de dividir suas presas com amigos poderosos. E é por isso que o escândalo tomou proporções realmente grandiosas. Há uma lista de nomes importantes ligados às orgias do bilionário – e elas incluem Donald Trump e Bill Clinton.

A foto (tirada em 2000) mostra Trump, Melania, Epstein e a socialite Ghislaine Maxwell

A foto (tirada em 2000) mostra Trump, Melania, Epstein e a socialite Ghislaine Maxwell (Davidoff Studios/Getty Images)

Há quem afirme que a Justiça só passou a se importar com Epstein agora por conta de interesses políticos escusos – que teriam como alvo principal o Secretário do Trabalho de Trump, Alexander Acosta.

Se isso é verdade ou não, uma coisa pode ser percebida nessa história toda: muita gente já sabia desse esquema pavoroso e, durante longos anos, Epstein não teve qualquer tipo de problema com a Justiça.

Dezenas de depoimentos já foram recolhidos de mulheres devastadas – que relatam desde o formato oval do pênis do bilionário até detalhes sobre suntuosas orgias em uma ilha particular. Os pormenores perturbadores também envolvem salas “decoradas” com inúmeras fotos de adolescentes nuas. Segundo a Justiça americana, as provas contra ele já são bem numerosas.

Veja também

No meio disso tudo, a dúvida mais amarga é a seguinte: como é que um predador desse porte ficou impune por tanto tempo?

É devastador pensar que um homem como esse só passa a ser confrontado quando há interesses políticos envolvidos. Jeffrey Epstein é a bola da vez, mas ele está longe de ser um caso isolado – e isso é o que mais assusta nessa história pavorosa.

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆