Ozark: a série da Netflix que destronou GoT em prêmios importantes no Emmy

A série já conta com duas temporadas e não havia ganhado nada no Emmy 2018, mas foi a "zebra" da noite na premiação desse ano.

O Emmy 2019 aconteceu no último domingo (22) e a série “Ozark” foi a que mais surpreendeu na premiação. Produzida pela Netflix, ela levou prêmios nas duas categorias mais fortemente dominadas por “Game of Thrones”: Melhor Direção de Série Dramática e Melhor Atriz Coadjuvante de Série Dramática.

Na categoria de Atriz Coadjuvante, GoT contava com quatro representantes dentre as seis indicadas: Gwendoline Christie, Maisie Williams, Sophie Turner e Lena Headey. As outras duas indicadas eram Fiona Shaw, por “Killing Eve”, e Julia Garner, por “Ozark”. Muita gente apostou que Gwendoline ou Maisie iriam levar o prêmio para casa, pois as duas evoluíram bastante ao longo da série e ganharam destaque na última temporada.

Mas a estatueta ficou com Julia Garner. Ela tem 25 anos e essa foi sua primeira indicação ao Emmy. 

Já na categoria de Melhor Direção, “Game of Thrones” tinha três representantes dentre os sete episódios indicados – no Emmy essa categoria avalia cada episódio individualmente e não a temporada como um todo. A lista dos indicados era essa:

David Benioff e DB Weiss – Game of Thrones – “The Iron Throne”

David Nutter – Game of Thrones – “The Last of The Starks”

Miguel Sapochnik – Game of Thrones – “The Long Night”

Lisa Brühlmann – Killing Eve – “Desperate Times”

Jason Bateman – Ozark – “Reparations”

Adam McKay – Succession – “Celebration”

Daina Reid – The Handmaid’s Tale – “Holly”

Pela grandiosidade da série como um todo, a principal aposta era de que David Benioff e DB Weiss levassem a melhor, não apenas por terem dirigido o episódio derradeiro, mas por serem os showrunners de GoT. Só que o prêmio ficou com Jason Baterman, que além de diretor também é protagonista e produtor executivo de “Ozark”.

Julia Garner e Jason Bateman, vencedores do Emmy por “Ozark”

Julia Garner e Jason Bateman, vencedores do Emmy por “Ozark” (Steve Granitz/WireImage/Getty Images)

E sobre o que fala “Ozark”?

A série gira em torno de Marty Byrde (Jason Baterman), um consultor financeiro que foge de Chicago depois de se envolver com crimes fiscais. Acompanhado da família, ele se muda para Ozark, uma pequena cidade de veraneio, a beira de um lago. Lá ele inicia um esquema de lavagem de dinheiro.

Além de ter a polícia no seu calcanhar, Marty também precisa lidar com membros perigosos da comunidade local, que não estão felizes com a presença dele em Ozark. Para isso, conta com a ajuda de Ruth Langmore (Julia Garner), uma garota esperta que logo se torna seu braço direito.

No ar desde 2017, a série havia recebido cinco indicações ao Emmy em 2018, sem ganhar nenhum prêmio. Esse ano foram nove indicações e duas vitórias.

As duas primeiras temporadas de “Ozark” estão disponíveis na Netflix e a terceira deve chegar ao catálogo ainda esse ano.

Assista ao trailer da primeira temporada:

☆ Tudo sobre o misterioso signo de Escorpião ☆