Pai de Meghan ataca novamente e dá declaração polêmica sobre Família Real

Em recente entrevista, Thomas Markle disse que Harry e companhia frequentemente se comportam como se fizessem parte de um culto religioso.

Se tem alguém que gosta de causar na vida da Família Real Britânica, esse alguém é Thomas Markle, aka, o pai de Meghan. Depois de virar assunto por não comparecer ao Casamento Real, é comum que ele parta para o ataque contra a nova família da filha, dando algumas declarações #polêmicas à imprensa.

Na última sexta-feira (17), por exemplo, em entrevista exclusiva ao jornal The Sun, o senhor Markle alfinetou a realeza dizendo que seus membros, por um excesso de discrição, agem como se fossem adeptos da Cientologia [religião controversa e cheia de regras, da qual celebridades como Tom Cruise e John Travolta fazem parte], mantendo um comportamento que se assemelha muito ao de um “culto secreto”.

“Eles são como um culto – como a Cientologia – porque agem em segredo. Eles fecham as portas para qualquer pessoa que fale sobre eles, te excluem, fecham as cortinas e tapam os ouvidos. Eles precisam falar!”, desabafou Markle à publicação. E continuou, de maneira provocativa: “Talvez eles também tenham um aperto de mão secreto! Você não pode fazer uma única pergunta sobre eles, eles não vão te responder”.

No começo do mês, Thomas também disse que, por mais que estivesse “farto” do restante dos membros da Família Real, isso não queria dizer que ele estava “bravo” com Meghan ou Harry:

“Eu não estou bravo com Harry. Eu não estou bravo com Meghan. Adoro eles. Eu os quero bem”, disse ele, em uma entrevista ao The Mail on Sunday. “Mas, quanto ao resto, ‘dane-se’. Cansei”, finalizou.