Paula Fernandes após polêmica sobre religião: ”Preconceito é algo que devemos evitar”

Cantora foi criticada por testemunhas de Jeová depois de dizer em entrevista que é espírita

Paula Fernandes se envolveu em uma grande polêmica após declarar ser espírita
Foto: AgNews

Quase um mês após declarar no programa “Show Business”, comandado por João Dória Jr., que segue a religião espírita, Paula Fernandes está sendo alvo de retaliação de um grupo isolado de testemunhas de Jeová, que iniciou um pequeno movimento contra a cantora nas redes sociais.
 
Na entrevista, Paula faz questão de ressaltar seu respeito por todas as religiões, mas conta por que escolheu o espiritismo.
 
“Eu acho que a gente nunca está sozinho. Não tem condições, eu não componho sozinha. No momento em que estou escrevendo alguma coisa, às vezes, eu leio e tem palavras que eu não conheço, que eu não sei o significado. Então, de onde vem isso?”, declarou a artista.
 
Paula Fernandes divulga vídeo mostrando bastidores de turnê nos Estados Unidos
 
Foi o bastante para as críticas começarem a surgir. Tanto que, nesta terça-feira (19), Paula usou seu Twitter para desabafar e acabar de vez com a polêmica. “Respeito ou preconceito? O que a bíblia prega? Viva a liberdade de expressão”, escreveu em sua página.
 
 
No blog NA REAL: “Deixem dona Paula viver”
 
À Contigo! Online, a cantora reforçou o discurso sobre o livre-arbítrio. “O respeito é um exercício diário difundido pela bíblia. Preconceito é algo que devemos evitar e, quem sabe, substituir por conhecimento e compreensão!!!”, disse, por intermédio de sua assessoria de imprensa, que contou ter recebido email de testemunhas de Jeová contrárias ao movimento.