Post machista de Caio Blat causa treta entre globais no Instagram

Maria Casadevall, Johnny Massaro, Guta Stresser, Carolinie Figueiredo e Virgínia Cavendish se envolveram no debate sobre o post infeliz de Caio Blat.

Podia ser apenas mais um post machista entre tantos que, infelizmente, ainda são publicados nas redes sociais diariamente. Mas quando o ator Caio Blat decidiu publicar uma foto no Instagram acompanhado de uma moça vestindo uma camiseta escrita “Bruta, não. Mal domada”, iniciou uma grande treta virtual entre atrizes, atores e seguidores na rede social.

caio blat machismo instagram

 (Reprodução/Instagram)

Quem se manifestou primeiro foi a atriz Maria Casadevall, que é declaradamente feminista e se indignou com a postagem. Os questionamentos da atriz podem levar qualquer pessoa à reflexão e perceber que a expressão da camiseta é mesmo de mau gosto.

 

maria casadevall instagram

 (Reprodução/Instagram)

“Onde está a piada? Por que faz rir a ideia que uma mulher tenha que ser domada? Por que faz rir a ideia de que uma mulher e um animal ocupem o mesmo lugar diante do homem na supremacia do macho? Se ela é bruta, deveria ser domada por quem?”.

Na sequência, Guta Stresser e Virgínia Cavendish entraram na conversa dizendo que queriam uma camiseta assim. E Johnny Massaro disse “venerar” Caio Blat. Muitos seguidores de Caio afirmaram estar “decepcionados, mas não surpresos” com a reação de Johnny Massaro, classificado por muitos como “esquerdomacho”. Guta e Virgínia tentaram justificar suas opiniões, e a eterna Bebel da “A Grande Família” usou até o nome de Shakespeare para se defender – aparentemente ignorando que “A Megera Domada” foi escrita em 1590, e hoje estamos em 2018.

guta e virginia cavendish

 (Reprodução/Instagram)

Quem entendeu o ponto de vista de Maria Casadevall foi a atriz Carolinie Figueiredo, que ainda lembrou outro episódio controverso de Caio Blat – quando José Mayer foi acusado de assédio sexual, em 2017. Caio o defendeu, e foi criticado até pela ex Maria Ribeiro. Carolinie disse que “era apaixonada por ele (Caio) como ator e como homem também”, mas que parou de o seguir depois da defesa de José Mayer.

 

carolinie figueiredo

 (Reprodução/Instagram)

“Não entendo porque postar uma foto dessa com essa legenda… o mundo caminhando para frente e esse povo regredindo com “piadas” reprodutoras de machismo e opressão”, disse Carolinie. Realmente, é difícil entender.