8 protocolos da realeza que Harry e Meghan já quebraram

E mais dois que eles devem quebrar na cerimônia de casamento

Quando o príncipe Harry anunciou noivado e data de casamento (19 de maio deste ano) com a atriz Meghan Markle, houve quem ficasse boquiaberto. O quinto na linha de sucessão ao trono do Reino Unido havia decidido, enfim, casar-se com uma plebeia, norte-americana, atriz, divorciada e mais velha que ele – ela tem 36 anos e ele, 33.

(Ok, tudo isso é mais do que normal no dia a dia das “pessoas comuns”, mas sabe como são esses assuntos de realeza, né? Um passinho para o lado já é aquele “Noooossa!”)

Apesar de ainda não ser casada com Harry, Meghan já é considerada um membro da família real e, em teoria, deve seguir a cartilha de séculos e séculos que dita o comportamento da nobreza britânica. Mas os noivos parecem não se importar muito com isso e quebram  protocolo atrás de protocolo (e devem quebrar mais alguns durante o casamento).

Reunimos as “ousadias” da dupla e torcemos para que o casamento seja lindo e repleto de felicidade.

Harry e Meghan demonstram afeto na frente de todos

Combo de mãos dadas e braços entrelaçados de Harry e Meghan

Combo de mãos dadas e braços entrelaçados de Harry e Meghan (Adrian Dennis - WPA Pool/Getty Images)

Um dos protocolos mais antigos da realeza britânica é que casais não devem se tocar em público. Por isso, nunca vemos a Rainha Elizabeth II e seu marido, Philip, de mãos dadas. Charles e Camilla seguem o padrão, William e Kate também. Mas Harry e Meghan andam de mãos dadas, de braços entrelaçados, dão selinhos e pousam a mão na perna ou no braço um do outro quando estão sentados. Parece pouco, mas é um choque nos costumes da família.

Meghan falou sobre um assunto político publicamente

Harry e Kate observam enquanto Meghan fala sobre as campanhas Time’s Up e #MeToo no painel da The Royal Foundation

Harry e Kate observam enquanto Meghan fala sobre as campanhas Time’s Up e #MeToo no painel da The Royal Foundation (Chris Jackson - WPA Pool/Getty Images)

É veladamente vetado que membros da família real expressem opiniões sobre política pura (questões partidárias, por exemplo) ou movimentos sociais políticos. Meghan deixou isso pra lá e falou sobre as campanhas Time’s Up e #MeToo no mais recente painel da The Royal Foundation, em fevereiro. “Agora, com tantas campanhas como a MeToo e a Time’s Up, não há momento melhor para manter os holofotes nas mulheres que se sentem empoderadas e nas pessoas que as apoiam”, disse.

Harry pediu, e Meghan foi a primeira noiva a passar o Natal com a família real britânica

Ao lado de Kate, William e Harry, Meghan participou também das festividades de Natal públicas da família real britânica

Ao lado de Kate, William e Harry, Meghan participou também das festividades de Natal públicas da família real britânica (Chris Jackson/Getty Images)

Até o Natal de 2016, apenas plebeias já casadas com membros da família real britânica recebiam convites para o Natal com a Rainha Elizabeth II. Em 2017, porém, Harry pediu para a avó abrir uma exceção, pois Meghan já havia se mudado para a Inglaterra e não teria a própria família por perto para as festas. A anfitriã topou, e Meghan se uniu à celebração antes do casamento.

Meghan deu um autógrafo

Meghan assina um caderno enquanto Harry dá aquele sorriso nervoso

Meghan assina um caderno enquanto Harry dá aquele sorriso nervoso (Chris Jackson/Getty Images)

Como atriz que foi durante tantos anos, Meghan já deve ter dado muitos autógrafos. E este nem foi exatamente um autógrafo, foi uma saudação: ela escreveu apenas “Hi, Kaitlin” no caderno de uma garota durante uma visita oficial ao País de Gales. É muito provável que ninguém houvesse avisado a ela que isso não era permitido, porque Harry, que estava logo ao lado, ficou visivelmente nervoso e delicadamente a tirou dali antes que ela começasse a assinar mais cadernos. Aconteceu uma única vez, mas eis mais um protocolo quebrado.

Nem sempre os cabelos de Meghan estão nos padrões reais

Coque podrinho e lindinho de Meghan em evento oficial ao lado de Harry

Coque podrinho e lindinho de Meghan em evento oficial ao lado de Harry (Ben Birchall - WPA Pool/Getty Images)

Existem regras sobre como os cabelos das mulheres da realeza britânica devem estar em público: sem cair no rosto e, de preferência, com penteados clássicos. Pois Meghan já apareceu oficialmente mais de uma vez com coque podrinho, aquele que qualquer uma de nós faz no dia a dia quando a inspiração para penteados não está aquela maravilha. E tudo bem. (Mas na maior parte das aparições ela está com os cabelos como manda o figurino)

Meghan não usa meia-calça

Meghan com as pernocas de fora, sem meia-calça

Meghan com as pernocas de fora, sem meia-calça (Eddie Mulholland-WPA Pool/Getty Images)

Sim, sabemos que isso é bem nonsense, mas uma regra da família real é que mulheres usem meia-calça quando estiverem de saia, para não mostrarem a perna nua (sério!). Pode notar que Kate sempre está de meia-calça cor da pele, assim como Camilla e a Rainha. Mas Meghan não curte muito usar essa peça do vestuário e aparece com as pernocas de fora mesmo, lindíssima.

Meghan usou uma bolsa com alça

Por incrível que pareça, esta bolsa com alça de Meghan causou polêmica por quebrar um protocolo real

Por incrível que pareça, esta bolsa com alça de Meghan causou polêmica por quebrar um protocolo real (Jeff J Mitchell/Getty Images)

De novo, sabemos que parece nonsense, mas veja bem: o costume é que as mulheres da família real britânica usem clutches. Os motivos? Assim elas não são obrigadas a cumprimentar ninguém fisicamente e também ficam mais à vontade não dando as mãos para os noivos ou maridos. Mas quem disse que Harry e Meghan queriam ficar longe um do outro na viagem à Escócia em que ela usou a polêmica bolsa? ❤

O casamento de Harry e Meghan será em maio

Rainha Victoria, mãe do tataravô de Harry, não aprovava casamentos em maio

Rainha Victoria, mãe do tataravô de Harry, não aprovava casamentos em maio (Reprodução/Reprodução)

Supersticiosa que era, a Rainha Victoria (que reinou de 1837 a 1901 e era mãe do tataravô de Harry) não permitia que casamentos de sua família fossem realizados em maio. Tudo por causa de um ditado: “Marry in May and rue the day” (em português, algo como “case-se em maio e lamente por este dia”). Mas Harry e Meghan queriam casar com a primavera do Hemisfério Norte já estabelecida, então escolheram o dia 19 de maio. Quebraram uma regra não escrita e estão bem felizes com a decisão.

Meghan fará um discurso no brinde da festa de casamento

 (edward007/Thinkstock)

Os discursos que precedem os grandes brindes dos casamentos reais são tradicionalmente feitos pelo noivo, pelo pai da noiva e pelo padrinho. Desta vez, a noiva terá voz. Já está acertado que ela falará logo depois de Harry e, segundo fontes, louvará a Rainha.

O bolo do casamento de Harry e Meghan será de banana

Imagem meramente ilustrativa de um bolo de banana; é claro que o do casamento de Harry e Meghan será mais glamouroso

Imagem meramente ilustrativa de um bolo de banana; é claro que o do casamento de Harry e Meghan será mais glamouroso (werification/Thinkstock)

Ah, todo casal tem o direito de gostar de determinado sabor de bolo, certo? Certíssimo! Mas bolo de banana não faz parte do menu oficial da família real britânica. Como Harry e Meghan pediram esta inovação e a Rainha aprovou, a cozinha do palácio está trabalhando a todo vapor para chegar ao bolo de banana perfeito para o grande dia.