Os 20 protocolos mais estranhos do dia a dia da realeza britânica

Flores bem específicas para os buquês das noivas, veto a broncas nos cachorros; conheça regras da família em que Meghan Markle está entrando

Ao ficar noiva do príncipe Harry, Meghan Markle já sabia que estava entrando em uma família cheia de tradições e protocolos – alguns quase inexplicáveis, que se mantêm apenas por costume mesmo. Mas o amor vence todos os obstáculos e aí está o casal a pouco mais de dois meses do casamento mais esperado do Reino Unido, marcado para 19 de maio.

Assim como aconteceu com Kate Middleton antes de se casar com o príncipe William, Meghan já está sendo orientada sobre todos os costumes da família Windsor. Conheça 20 dos protocolos mais estranhos da cartilha de comportamento e estilo de vida da realeza britânica que ela deverá seguir.

Crianças e adolescentes da família real não podem jogar Monopólio nem War

 (Divulgação/Divulgação)

O ensino de estratégias financeiras e militares é reservado ao treinamento oficial pelo qual todos devem passar quando chegarem à maioridade. Nada de aprender com jogos de tabuleiro.

Roupas pretas são obrigatórias nas bagagens da realeza

Da esq. para a dir., Philip, Elizabeth II e Camilla

Da esq. para a dir., Philip, Elizabeth II e Camilla (Chris Jackson/Getty Images)

Para o caso de morrer alguém enquanto estiverem viajando (seja uma autoridade do país visitado, seja uma pessoa da família) ou haver uma homenagem local a mortos em guerras, por exemplo.

A regra deve ser seguida inclusive quando os membros da família real viajam nas férias – que devem ser interrompidas imediatamente em caso de morte, e eles devem voltar para casa vestindo looks pretos.

Dois membros da linha de sucessão imediata ao trono britânico não podem viajar no mesmo avião

William e Kate chegam com George e Charlotte ao Canadá – todos no mesmo avião, quebrando o protocolo

William e Kate chegam com George e Charlotte ao Canadá – todos no mesmo avião, quebrando o protocolo (Dominic Lipinski-Pool/Getty Images)

A razão é prática: não correr o risco de encurtar a linha de sucessão em caso de acidente. Vale para Charles, William, George, Charlotte e Harry, os cinco primeiros da fila. Mas William e Kate quebram este protocolo, sempre levando os filhos no mesmo avião que eles, tanto em viagens oficiais quando em férias.

Casais da realeza britânica não devem se tocar em público

Kate e William mantêm a distância protocolar…

Kate e William mantêm a distância protocolar… (Chris Jackson/Getty Images)

Já notou que, por mais que estejam sorrindo e felizes, William e Kate nunca se dão as mãos em público? O mesmo ocorre com Charles e Camilla, Elizabeth II e Philip. Protocolo real purinho.

… Mas Harry e Meghan não dão muita importância a esta regra, não

… Mas Harry e Meghan não dão muita importância a esta regra, não (Chris Jackson - WPA Pool/Getty Images)

Harry e Meghan, por outro lado, vêm quebrando esta regra. Eles andam de mãos dadas, tocam nos braços e pernas um do outro quando estão sentandos e, em geral, se fazem carinhos numa boa.

Pessoas da família real não podem dar autógrafos

Pode conversar e fazer carinho no cachorro alheio, mas não pode dar autógrafo

Pode conversar e fazer carinho no cachorro alheio, mas não pode dar autógrafo (WPA Pool/Getty Images)

O medo é que usem as assinaturas que estariam em um papel – e não reproduzidas de uma foto – para fins ilegais. Mas não seria o caso de simplesmente inventar um garrancho para ser o autógrafo, para deixar as pessoas felizes? Nenhum artista faz a assinatura dos documentos nos autógrafos, né?

Nenhum membro da família real pode comer frutos do mar fora de casa

Ostras, camarões e frutos do mar diversos: eis um prato que nenhuma pessoa da família real come fora de casa

Ostras, camarões e frutos do mar diversos: eis um prato que nenhuma pessoa da família real come fora de casa (Ryan McVay/Thinkstock)

É apenas para evitar intoxicações. Na verdade, é sempre bom tomarmos cuidado com a procedência dos alimentos que consumimos fora de casa, mesmo não sendo da realeza.

Mulheres da realeza britânica não podem usar chapéus depois das 18h

Kate certamente precisou tirar este chapéu às 18h

Kate certamente precisou tirar este chapéu às 18h (Chris Jackson/Getty Images)

Nem tiaras antes das 18h (exceção aberta para a noiva, no próprio casamento).

Esta é uma regra antiga que nem tem explicação muito clara, apenas é mantida há séculos por costume mesmo. E tem um adendo: se estiverem em um evento oficial que requeira um chapéu à tarde, mas vá acabar só à noite, às 18h elas precisam trocar o chapéu por uma tiara.

Os buquês das noivas da família real britânica sempre têm flor de murta

O buquê de Kate tinha flor de murta como elemento principal

O buquê de Kate tinha flor de murta como elemento principal (Pascal Le Segretain/Getty Images)

E não é qualquer flor de murta, não! São flores colhidas de um pé plantado pela Rainha Victoria em 1845 na Osborne House, em Isle of Wight. Tomam o maior cuidado para esse pé de murta continuar vivo ano após ano. Em tempo: a murta é uma flor que simboliza a união e o amor.

Rainha Elizabeth II segue um “itinerário” para conversar à mesa em jantares oficiais

George W. Bush (na foto, à dir. da Rainha; na vida real, à esq.) foi o segundo a falar com ela neste jantar na Casa Branca

George W. Bush (na foto, à dir. da Rainha; na vida real, à esq.) foi o segundo a falar com ela neste jantar na Casa Branca (Martin H. Simon-Pool/Getty Images)

Esteja em uma de suas residências ou como convidada na casa alheia, a Rainha é sempre quem inicia as conversas. E, quando Elizabeth II se senta à mesa de um jantar oficial, já sabe que deverá dirigir a palavra primeiro para quem estiver sentado à sua direita. Quando chegar o segundo prato, com quem estiver sentado à sua esquerda. E vai revezando direita e esquerda, enquanto ela e os interlocutores conseguirem se escutar.

Roupas doadas por membros da família real britânica têm que ser “descaracterizadas”

Mesmo descaracterizadas, algumas roupas de Elizabeth II são reconhecíveis a léguas de distância

Mesmo descaracterizadas, algumas roupas de Elizabeth II são reconhecíveis a léguas de distância (John Stillwell - WPA Pool/Getty Images)

Como qualquer um de nós, os membros da família real britânica doam as roupas que estão só ocupando espaço nos armários e podem servir a outras pessoas. Quem recebe essas peças normalmente são os funcionários dos palácios. Mas, para evitar que eles as tentem vender a preços exorbitantes, por terem sido vestidas pela realeza, as roupas têm todas as etiquetas removidas e sofrem pequenas modificações.

As peças mais luxuosas que não são mais usadas são reservadas para leilões beneficentes.

Crianças da realeza britânica não usam calças

 (Chris Jackson/Getty Images)

O motivo é meio esnobe, na verdade, mas vamos lá: no Reino Unido, vestir calças compridas em crianças é considerado um hábito suburbano. Meninos usam apenas shorts ou bermudas e meninas, vestidos, até os 8 anos de idade.

O café da manhã da Rainha Elizabeth II é sempre igual, em qualquer lugar do mundo

Chá com leite, flocos de milho sem açúcar no leite: o café da manhã da Rainha é exatamente assim

Chá com leite, flocos de milho sem açúcar no leite: o café da manhã da Rainha é exatamente assim (bravegunner/Thinkstock)

Pelo menos é fácil de fazer: ela bebe uma xícara de chá com leite (no famoso sabor English Breakfast Tea) e em seguida come uma tigela de flocos de milho sem açúcar no leite.

Membros da família real britânica não podem recusar presentes

Harry parece ter gostado do cachorrinho, mas certamente um segurança inspecionou o brinquedo logo em seguida

Harry parece ter gostado do cachorrinho, mas certamente um segurança inspecionou o brinquedo logo em seguida (Andrew Milligan - WPA Pool/Getty Images)

Por mais estranhos que sejam, os presentes sempre são recebidos. Claro que há muito cuidado envolvido nisso: assim que pegam e agradecem, os presenteados passam o objeto para membros da segurança, que vão averiguar se não se trata de algo perigoso.

O que é feito com os presentes depois – se eles usam, doam ou guardam tudo em um quartinho no Palácio de Buckingham – não é revelado.

Os presentes de Natal dos membros da realeza britânica não são abertos no Natal

 (John Stillwell - WPA Pool/Getty Images)

Mas sim na véspera de Natal (dia 24), durante o chá das 17h. Assim dá tempo de fazer fotos oficiais e elas serem divulgadas no dia de Natal. Em tempos de redes sociais, isso é essencial.

Não se come alho na presença da Rainha Elizabeth II

Alhos por todos os lados: imagem de écati e sofrimento para a Rainha

Alhos por todos os lados: imagem de écati e sofrimento para a Rainha (dulezidar/Thinkstock)

Ela detesta, por isso o alho está vetado em todas as refeições de que ela participe. Quando ela vai visitar alguma autoridade, é dado um aviso sobre esta restrição, para evitar gafes.

As mulheres da realeza britânica não cruzam as pernas

 (Oli Scarff - WPA Pool/Getty Images)

Para não dar chance a fotos constrangedoras de calcinhas ou algo que não deva ser visto sob as saias, elas se sentam com as pernas a 90 graus, joelhos juntos e paralelos e entrelaçam os tornozelos discretamente.

Entre eles, membros da família real britânica não se tratam por apelidos

No rolê com a família toda, os três em destaque nesta foto são Catherine, Rachel e Henry

No rolê com a família toda, os três em destaque nesta foto são Catherine, Rachel e Henry (Chris Jackson/Getty Images)

Kate é Catherine, Meghan é Rachel (pois Meghan é seu nome do meio), Harry é Henry. Claro que, na intimidade dos casais e entre pais e filhos, os apelidinhos são liberados. Mas formalmente, diante de outras pessoas, o tratamento é sempre pelo primeiro nome inteirinho.

Príncipe Charles não escolhe suas roupas

Lindo traje, Charles, mas sabemos que não foi o senhor que escolheu

Lindo traje, Charles, mas sabemos que não foi o senhor que escolheu (Chris Jackson/Getty Images)

Nunca. Jamais. Never. Começou como um hábito de juventude e se perpetuou como um protocolo. Quem vai trabalhar como ajudante direto do príncipe já sabe que precisará escolher trajes inteiros para o dia a dia ou para viagens dele.

Dizem que, em dias mais inspirados, ele sugere cores de gravatas que gostaria de usar.

Não é permitido dar bronca nos cachorros da Rainha Elizabeth

Os cachorros da Rainha são da raça corgi

Os cachorros da Rainha são da raça corgi (Annie Leibovitz para VF/Reprodução)

Se um funcionário fizer isso, é demitido. Se for um familiar, leva uma reprimenda. Mas quem daria bronca nesses cachorrinhos tão fofos? Ou em qualquer cachorro? Cachorros devem ser amados! E, se aprontarem, devem ser educados com carinho e dedicação. 

Membros da família real britânica não podem ter contas pessoais em redes sociais

Toda a comunicação em redes sociais é feita em perfis oficiais no Instagram, no Twitter e no Facebook.

Fontes: “Monarchy: The Royal Family at Work” (Robert Hardman), “Monarchy: The History of England and her Rulers from The Tudors to The Windsors” (David Starkey) e “Not in Front of the Corgis” (Brian Hoey)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s