Quem é Aida Garifullina, a linda cantora da abertura da Copa do Mundo

Ela já cantou com Andrea Bocelli, é a voz da Ópera de Viena e uma diva de verdade. Mas mostra um lado mais descontraído de sua vida no Instagram.

A cerimônia de abertura da Copa do Mundo 2018 foi curta e direta ao ponto. Na meia horinha em que se celebrou o início do campeonato mundial de futebol, no estádio Luzhniki, na Rússia, Aida Garifullina, uma cantora lírica russa de 30 anos que cantou ao lado de Robbie Williams encantou quem estava no estádio e quem acompanhou pela TV.

Quem e Aida Garifullina a linda cantora da abertura da Copa do Mundo Aida entrou no estádio a bordo de um pássaro de fogo

Aida entrou no estádio a bordo de um pássaro de fogo (Shaun Botterill/Getty Images)

Quem e Aida Garifullina a linda cantora da abertura da Copa do Mundo E depois se juntou a Robbie Williams para cantar alguns sucessos do britânico

E depois se juntou a Robbie Williams para cantar alguns sucessos do britânico (Shaun Botterill/Getty Images)

Aida nasceu em Kazan, na Rússia, filha de mãe musicista. Desde criança ela se interessou por música e foi incentivada pela família a estudar. Aos 18 anos ela se mudou para a Alemanha para continuar seus estudos, e posteriormente foi para a Áustria, onde ingressou na Universidade de Música e Artes de Viena.

Em 2013, quando tinha 26 anos, ela ganhou o primeiro prêmio na competição Operalia, criada pelo tenor Placido Domingo. Jovens cantores de ópera, entre 18 e 32 anos, de todo o mundo disputam prêmios em dinheiro e o reconhecimento do juri e dos diretores de ópera.

Depois de ganhar o prêmio, ela dividiu o palco com grandes nomes da música, como José Carreras, Andrea Bocelli e o próprio Plácido Domingo. Assinou contrato com a gravadora Decca e se tornou membro do elenco da Ópera de Viena. Ela também teve um pequeno papel no filme “Florence: quem é essa mulher?“, estrelado por Meryl Streep.

Ela já interpretou algumas das mais importantes personagens do universo da ópera, como a Gilda de “Rigoletto”, Adina de “L’Elisir d’Amore” e Giulietta de “Romeo e Giulietta”. Talentosa, ela sempre se apresenta com a elegância característica dos artistas de ópera, e está sempre com vestidos longos e impecavelmente maquiada.

Nas horas vagas, no entanto, ela é mais uma mulher de 30 anos, que gosta de curtir a vida, dançar, estar com a família e nem sempre está com vestidos de gala. Esses momentos da vida de Aida ela compartilha no Instagram.

Aqui, por exemplo, dá para ver que Aida não tem medo dos ritmos latinos

E faz questão de tietar os famosos, como a icônica Sophia Loren

Desfila o lookinho na praia…

E para aguentar o pique da ópera, ela malha, sim

Aida Garifullina tem talento de sobra, e mostrou que carisma também não falta. Quem sabe depois dessa Copa do Mundo ela não consegue emplacar alguns sucessos clássicos na parada de sucessos mundial?