Quem é Ashley Massaro, lutadora de WWE que morreu aos 39 anos

O motivo do falecimento da lutadora não foi divulgado, mas está sendo investigado pela polícia.

Nesta sexta-feira (17), a lutadora de WWE (World Wrestling Entertainment), Ashley Massaro, morreu aos 39 anos. O falecimento foi anunciado pelos sites “Pro Wrestiling Sheet” e “The Blast” e a família confirmou o luto logo após.

No entanto, o motivo da morte ainda não foi divulgado. Ashley foi encontrada desacordada em casa e levada para o hospital, mas não resistiu. A polícia está investigando o caso.

View this post on Instagram

Happy #worldradioday !! This has been a dream of mine for quite some time now and it’s finally realized! I love doing radio and plan on doing it for a long time! This pic was from way back when I was doing press days at diff radio stations for @wwe always wanting to have my own show one day! Well thanks to everyone at @943theshark that day has come and I couldn’t be more grateful! I love you all! Thank you for making my dreams a reality! And thank you to my loyal punx who tune in I love you guys! Can’t wait till next Saturday for my next show! Until then @rob_rush @orlando0616 @steviedoesradio @makeitepic will be kicking ass like they always do on @943theshark !!! Giving you EVERYTHING THAT ROCKS!!! 🤘🏼🖤

A post shared by Ashley Massaro (@ashleymassaro) on

Asheley entrou para o mundo da luta livre ensaiada em 2005 e ficou associada à empresa até 2008. O WWE é uma produtora especializada em combates com golpes ensaiados – mas que ainda assim levam o público à loucura. Ainda no ano em que começou, Asheley se destacou no meio por ter vencido o concurso anual Diva Search”

Em 2017, ela abriu um processo contra a WWE alegando ter sido vítima de agressão sexual envolvendo a empresa. Segundo a lutadora, ela não recebeu o apoio necessário quando foi abusada.

Mesmo assim, com a morte da lutadora, a organização lamentou o caso no Twitter. “Nós estamos entristecidos ao saber da trágica morte da antiga estrela de WWE, Ashley Masasro. O WWE oferece condolências para a família e amigos de Ashley!”.

Além da participação nos ringues, Ashley também era modelo e chegou a ser capa da Playboy em abril de 2017. Porém, recentemente em uma postagem no Twitter, ela afirmou que estava treinando para voltar ao ringue.