Rodrigo Faro e “O Melhor do Brasil”

tititi revela a agitação dos bastidores do programa e mostra o que já mudou desde a entrada do novo apresentador

Rodrigo Faro no palco de “O Melhor do Brasil”
Foto: Roberta Borges

Desde que Rodrigo Faro assumiu o comando de O Melhor do Brasil, em abril, nós, de tititi, estávamos ansiosos para voltar aos bastidores da atração, uma das melhores da TV atualmente. E o dia chegou! Eram 13h15 de 25 de agosto, uma segunda-feira, quando entramos no Teatro Record, em São Paulo, para acompanhar a gravação.

Ao chegar ao cenário, nos deparamos com um Rodrigo descontraído e bem-humorado. Entrosado, ele conduziu o trabalho quase que ininterruptamente, numa dinâmica de quem estava se sentindo mesmo em casa. “No começo foi difícil comandar um programa que já era um sucesso com o Márcio Garcia. Mas eu nunca tive medo de responsabilidade, sempre busquei grandes desafios na minha vida”, lembra o galã, que acabou sendo muito bem aceito pelo público, inclusive pelos fãs de seu antecessor.

Pouco depois, acompanhamos a primeira gravação do Duelo Fura-Olho, quadro no qual o ex e o atual namorado de uma participante disputam para provar quem sabe mais sobre ela. Nem o fato de a jovem tê-lo chamado de Márcio durante a gravação tirou o divertido Rodrigo do sério. Firme, apenas rebateu: “O Márcio está na Globo. Agora, aqui, é o Rodrigo!”, e continuou no maior astral.

Com a chegada de Faro, ocorreram algumas mudanças no O Melhor do Brasil, dirigido por Leonor Correa. Um exemplo foi o fim da participação da boneca Belinha no Vai Dar Namoro e a criação do quadro O Artista Nu. Ainda assim, a graça continua dando o tom no programa. E Rodrigo estava se sentindo tão à vontade que em um dos intervalos, enquanto aguardava para entrar em ação, brincou com a platéia e “recitou” a Dança do Créu.

Velho conhecido do público

As demonstrações de carinho para com o gato, que também é cantor e ator, rola durante o tempo todo. O auditório acolhe 300 pessoas que gritam e aplaudem a cada nova brincadeira dele. Uma senhora esperou um momento de silêncio e gritou: “Tainha, eu te adoro!”. Carinhoso, Rodrigo respondeu: “Obrigado, meu amor”. Tainha, da novela O Profeta (2006), foi um dos mais divertidos papéis do artista na telinha. Mas muito antes ele já era conhecido do público. Enquanto o show rolava no palco, Elaine Alves, a linda assistente, acompanhava tudo em um banquinho ao lado. Num modelito ultrasexy, como sempre, a bela se levantava apenas na hora de levar água para Rodrigo e atender aos chamados dos rapazes que tentavam desesperadamente tirar uma foto com ela.

Aproximadamente duas horas depois, rolou o único intervalo da gravação. A parada durou cerca de 15 minutos. Nesse momento, o público também deixou o cenário para tomar o lanche oferecido pela produção. Aproveitamos a brecha para ir atrás de “Digo”, como ele é chamado carinhosamente pelos mais próximos, e o alcançamos no corredor. Tranqüilo, parou no mural para conferir as notícias que saíram sobre ele e o programa durante a semana. Após alguns minutos, o seguimos até o seu camarim. Demonstrando a mesma simpatia que exibe diante das câmeras, o astro recebeu a equipe de tititi com um sorriso sincero. Ficamos felizes com a cordialidade dele, que estava claramente exausto. Mas nem o cansaço diminuiu seu pique.

Cantinho familiar

No camarim, Rodrigo exibe com orgulho diversas fotos das filhas Clara, de 3 anos, e Maria, de 3 meses, e da mulher, Vera Viel, com quem é casado desde 2003. “Tudo o que faço é pensando nas minhas filhas e no que posso proporcionar em termos de criação e educação para elas. Sou o pai mais presente que posso ser. A Vera tem total confiança em deixar as crianças comigo porque sabe que, se precisar levar ao banheiro eu vou levar, se precisar limpar o bumbum vou limpar, se precisar trocar a roupa, eu vou trocar. Tenho as mesmas preocupações de mãe com tudo”, conta, todo babão.

Passado algum tempo, voltamos com ele para a segunda fase das gravações. Mais algumas horas e, durante o Vai Dar Namoro, Rodrigo aproveitou que um dos participantes era são-paulino e pulou e cantou o hino do seu time do coração. Como uma criança, se divertiu a valer até as 18 h. Depois, o animador ainda gravaria O Artista Nu com a colega Eliana. O cantor mudou de roupa e durante uma hora “brincou” com a loira, que riu ao ver uma sósia dela, com uma máscara imitando seu rosto, tirando a roupa. No fim de outro dia agitado, o ídolo se despediu e foi embora, com a expressão de satisfação digna de quem tem consciência de ter cumprido seu papel. Para nós, foi, mais uma vez, uma delícia conferir o que rola naqueles agitados bastidores, para contar tudinho para você.

 

 

 
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s