Seguidor diz que Kéfera deveria ser estuprada para ‘parar de ser babaca’

A atriz foi atacada depois de participar do "Encontro com Fátima Bernandes" e rebater falas machistas de um homem da plateia.

Na última quinta-feira (13), Kéfera foi convidada a participar do “Encontro com Fátima Bernardes”. A atriz entrou em uma conversa acalorada com um dos homens da plateia ao apontar que algumas das atitudes dele ilustravam o que era ‘mansplaining’ e ‘menterrupiting’. A youtuber chegou até mesmo a ser aplaudida pelo auditório após a explicação sobre os termos, porém, na internet, recebeu até mesmo uma ameaça.

Alguns internautas enxergaram a resposta de Kéfera como falta de educação, chegando a dizer que ela não representava o feminismo. Outros também lembraram das polêmicas que a atriz esteve envolvida, como o emagrecimento repentino depois de dizer que perder peso não era seu objetivo e o caso do taxista com quem discutiu e acabou tendo que indenizá-lo por danos morais.

Mesmo com as situações contraditórias que a youtuber esteve envolvida, nada justifica o fato de que ela foi atacada de maneira brutal por um seguidor. Ele afirmou que Kéfera deveria ser estuprada para “parar de ser babaca” – como escreveu no tuíte.

Com o print do que o homem disse a ela no Twitter, a atriz rebateu a fala de que a luta por direitos iguais é drama.

“Eu leio muitos comentários diariamente e vocês acham que nossa luta é mimimi, né? Cultura do estupro. Nada legal. Tudo isso faz parte do machismo e do patriarcado enraizado na nossa sociedade. E vocês acham MESMO que é mimimi, né? Vocês já saíram de casa com medo de serem estuprados? Porque nós mulheres sentimos esse medo todo dia”, afirmou.

Print da tela

 (@kefera/Instagram)