Sophia Abrahão confessa: “Uso as roupas do meu namorado, inclusive cueca”

A atriz, ícone entre os adolescentes, explica como lida com seu lado mulher sensual

Sophia Abrahão confessa: "Uso as roupas do meu namorado, inclusive cueca"

Sophia mostra seu lado sedutor em ensaio para a CONTIGO!
Foto: Ernandi D’Almeida

Parece até uma adolescente brincando no balanço pendurado em uma árvore na casa Recanto do Barão, em Santa Teresa, Rio de Janeiro. Aí vem o olhar entre os cabelos ruivos. É outra mulher. Sophia Abrahão, 22 anos, não acha que o sexy está no glamouroso, e sim em uma maquiagem borrada, em um cabelo desgrenhado. “E na vida sou praticamente um menino. Uso as roupas do meu namorado! Quase não uso salto. Gosto de conforto. Gosto de me vestir bem, mas não para ir à padaria, né?”, explica ela, que está mais próxima do que nunca do namorado, Fiuk. Até o closet dele é quase dela também. “Inclusive cueca! Usamos o mesmo tamanho. Eu assalto o guarda-roupa dele, mas ele não assalta o meu (risos)”, brinca.

Apesar de ter forte apelo com o público jovem, graças a Rebelde e Malhação, você também é uma mulher sensual. Como lida com isso?
Costumo dizer que ainda sou uma adolescente. Mas, pela primeira vez, estou me descobrindo mulher. Estou sabendo usar melhor meu olhar, me posicionar melhor. Porque sedução é o olhar, não? Eu achava que nunca havia conquistado alguém com o olhar até que olhei para o Filipe. Acho que foi ali que descobri o poder que tinha. Eu tomei a iniciativa…

(interrompendo) Você chama o Fiuk de Filipe…
Sim! É que no começo achava que usar Fiuk era meio que falar com um personagem. Achava distante. A primeira coisa que fiz foi tentar me aproximar e preferi Filipe, que é como a família o chama.

Então você agora se sente sexy…
Tenho muita dificuldade com isso. Tanto que recebi um monte de convite para ensaios sensuais, mas acho que não condiz com meu público. Não mudo minha forma de agir, mas, o que posso evitar de agressivo, evito. Tenho muita fã de 10, 11, 12 anos. Acho que ainda não é o momento de ousar mais. O sexy para mim não está ligado ao glamour. Pelo contrário: o momento em que mais eu me sinto sexy é quando estou mais bagunçada, com maquiagem meio borrada, cabelo desgrenhado. Aí, sim, acho que estou mais sexy. E na vida sou praticamente um menino. Uso as roupas do meu namorado! Quase não uso salto. Gosto de conforto. Gosto de me vestir bem, mas não para ir à padaria, né?

Sophia Abrahão confessa: "Uso as roupas do meu namorado, inclusive cueca"

“Sempre tive certeza que serei mãe de um menino”
Foto: Ernani D’Almeida

Até roupa íntima do Fiuk você usa?
Inclusive cueca! Usamos o mesmo tamanho. Eu assalto o guarda-roupa dele, mas ele não assalta o meu (risos).

O que mudou a partir do período em que você e Fiuk estiveram separados, no fim do ano passado?
Foi fundamental. Mudou nosso relacionamento. Porque é uma coisa que talvez eu antes encarasse só como um namoro, agora virou um compromisso de vida mesmo. Não que tenha pesado a relação, mas deixou a gente mais forte. Ficamos separados por duas semanas.

O acidente de carro que sofreu em setembro do ano passado (o carro em que ela estava capotou na Via Dutra, a caminho do Rio de Janeiro, e Sophia sofreu algumas escoriações) também mexeu com o relacionamento?
Sim, mudou tudo. Filipe me amparou, foi fundamental, sensacional… De repente, só estamos juntos por causa do acidente. Foi um ponto forte. Nunca tive parceiro como ele, presente nas horas boas e ruins, me amparando em tudo. Esse talvez tenha sido um dos piores momentos da minha vida e ele estava comigo. Teve aquele medo de “perder para sempre”. Acho que, quando ele soube do acidente, ficou muito chocado: aquilo poderia acabar daquela forma. Não posso ser burra e achar que foi só um acidente. Não acredito em coincidências. Sempre procuro uma resposta para tudo o que acontece. E o acidente me mostrou quem eu tinha de valorizar e quem eu tinha de descartar. Me fez pensar na vida como um todo.

Por que demoraram tanto para assumir que haviam reatado?
Porque nos expusemos muito no começo. Você acaba perdendo o controle quando dá muita informação. Agora falamos, assumimos, mas isso não é o foco principal.

Sophia Abrahão confessa: "Uso as roupas do meu namorado, inclusive cueca"

Sophia é uma menina-moleca nos momentos de descontração
Foto: Ernani D’Almeida

Vocês se sentem alvo de inveja?
Fico quieta, não falo nada da minha vida para ninguém. Mesmo. Porque lembro de coisas que tinham tudo para dar certo e não deram porque eu contei para alguém. E o Filipe é muito bom, inocente no sentido de acreditar muito nas pessoas. Parece que ele é bobo, mas não é isso. Ele saca a pessoa no olhar, mas tem essa coisa de pureza. Ele acredita que a outra pessoa está torcendo, quando não está. Contamos as coisas um para o outro. E só.

Você dois demonstram ser muito parecidos e intensos.
Nunca tive um relacionamento no qual eu me jogasse tão de cabeça quanto esse. Filipe é muito homem, mas, ao mesmo tempo, tem essa coisa feminina, mais sensível. E ele mescla bem isso, de uma maneira que me agrada. Porque eu não gostaria de um homem feminino. Ele tem um lado bruto que eu gosto, um lado mais bronco. Isso que fez eu me apaixonar por ele. O lado negativo é que tudo é muito maior. A briga boba tem uma dimensão maior, porque somos intensos. Uma bobeira de ciúme às vezes fica maior. Mas, em compensação, a alegria também.

Será que ele então é o homem de sua vida?
Sem dúvida. Sempre pensei em casar lá pelos 30. Mas hoje vejo que isso pode acontecer mais cedo do que eu imagino. A gente não tem data, mas não quer esperar muito.

Sophia Abrahão confessa: "Uso as roupas do meu namorado, inclusive cueca"

Os olhinhos da atriz brilham ao falar do namorado
Foto: Ernani D’Almeida

Você acha que seria uma boa mãe?
Sempre tive certeza de que seria mãe de um menino, apesar de não ter um lado maternal tão aflorado. Tenho amigas que veem uma criança e querem pegar. Eu não sou assim.

Agora, que Amor à Vida terminou, vai continuar ruiva?
Estava loira no começo do ano passado, bem loira. Entrei para o filme Confissões de Adolescente, fiquei com os fios quase pretos, um castanho bem escuro. Adoro mudar. Geminiana, sabe?

Como você cuida do corpo?
Minha mãe (Branca, 52) é magra. Então, nunca tive tendência a engordar. Filipe e eu até brincamos: se tivermos filha, ela terá um bumbum negativo, será uma magrela (risos)! Comecei este ano focada na academia. Tenho ido de quatro a cinco vezes por semana. Também estou fazendo pilates. Quanto à alimentação, não piso na jaca, mas não me privo de nada.

ESTA MATÉRIA FAZ PARTE DA EDIÇÃO 2005 DA CONTIGO!, NAS BANCAS EM 19/02/2014.