Tatá Werneck: “Eu empresto a minha cara de pau para a Valdirene”

No papel de Valdirene em Amor à Vida, Tatá Werneck estreia na Globo na novela das 9h como uma periguete engraçadíssima

Tatá Werneck é a nova estrela da Globo
Foto: Divulgação

Ela já era sucesso entre a galerinha jovem que assistia a seus quadros de humor no Quinta Categoria e Comédia MTV, da emissora paulistana. Mas depois de estrear na telinha da Globo em Amor à Vida, Tatá Werneck, de 30 anos, anda bombando como nunca! Carioca da Barra da Tijuca, Tatá (que se chama Talita) é filha da jornalista e escritora Claudia Werneck e se formou em publicidade e artes cênicas. Foi na faculdade, a Pontifícia Universidade Católica, no Rio, aliás, que se envolveu com teatro e humor ao criar com os amigos o grupo Os Inclusos e os Sisos em 2004. De lá para cá, a menina descolada sempre esteve às voltas com a arte de fazer rir, participando de outros grupos. E hoje, para dar vida à Valdirene da trama global das 9 e não fazer feio nos figurinos decotados e curtinhos, a humorista achou por bem perder quatro quilos.

Leia também: Periguetes de novela 

Você se diverte gravando a novela ou era mais engraçado na época da MTV?
Eu achava que diversão igual na MTV nunca iria existir. Mas quando cheguei aqui (na Globo) fiquei impressionada, porque estou me divertindo muito. A Elizabeth Savalla, por exemplo, é engraçadíssima. O Luís Melo, hilário, o Anderson Di Rizzi também. Já virou irmão! Estou curtindo bastante, adorando!

Como foi gravar com Neymar?
Ótimo! Ele é maneiro, disponível, feliz e muito humilde, com um brinco enorme de brilhante na orelha (risos).

Recebeu um convite da direção para esta sua primeira novela?
Estava em dúvida se ficava na MTV ou se iria para a Band. Foi quando a Bruna Bueno, produtora de elenco da novela, me ligou chamando para fazer um teste. Fiz e passei

Toda novela da Globo agora tem uma periguete. O que acha disso?
Ah, elas estão por aí mesmo, em toda a parte. Conheço várias, muitas, diversas!

E você tem alguma coisa de periguete?
Acho divertido fazer esse tipo de personagem. Eu não tenho nada de periguete, sou um anjo recatado de Deus (risos). E não as vejo com tom pejorativo. Pelo contrário, as periguetes que conheço são engraçadíssimas, sabem aproveitar as oportunidades. Estão sempre de alto-astral, dispostas a dançar e a se divertir. Então, amo minhas amigas periguetes!

Está namorando atualmente?
Sim, não… Ah! Eu tenho uma resposta maravilhosa para essa pergunta. Uma que pensei em casa pra responder: “Gente, o coração está ótimo!” (risos). Viu como estou ficando malandra e esperta, agora que estou na Globo? (risos).

Seu namorado é ator também?
Não é, não. Ele é engenheiro, o cara mais maravilhoso e lindo deste mundo! Espero que no ano que vem a gente se case. Ainda não está nada oficial, ele não me pediu. Mas vamos ver se eu falando aqui dá uma força (gargalhadas)!

Seus pais gostaram de você estar em uma novela global?
Meus pais são fissurados em novela. Ele (o editor Alberto de Jesus Arguelhe) está animado, feliz, ansioso. É supercoruja. Minha mãe não é nem um pouco deslumbrada com nada, é bem pé no chão. Ah, os dois são maravilhosos, uns gatos!

É verdade que vai haver uma reviravolta com a sua personagem ao longo da novela?
Ela deixará de ser periguete para virar evangélica? Não se sabe ainda. Vamos aguardar. Só sei que vai haver uma virada, sim.

Tatá Werneck: "Eu empresto a minha cara de pau para a Valdirene"

Elizabeth Savalla e Tatá Werneck, mãe e filha na novela Amor à Vida
Foto: Divulgação/TV Globo

Você precisou mudar alguma coisa no visual para interpretar a Valdirene?
Eu estava gordinha, perdi uns quatro quilos. Não me pediram para emagrecer, mas eu quis dar uma melhorada no corpinho, né? Sou ex-gordinha e agora fico o tempo todo contraindo a barriga  (gargalhadas).

Fez alguma dieta especial?
Sou vegetariana, e estou correndo e praticando spinning.

E tem alguma coisa em comum com sua personagem?
Eu empresto a minha cara de pau para a Valdirene, que faz coisas muito sem noção e que só ela não percebe. Sou muito cara de pau, sempre fui. Não somos nada sensuais e não somos divas. Uma hora vão me clicar largadona na rua por aí. Ai, meu Deus! E se me clicarem na praia? Vão ver minhas celulites! Já estou até vendo o título da matéria: “Tatá Werneck exibe celulites na praia!” (risos)

O comentário geral na Globo é que você é a nova aposta. O que acha disso?
Estou fazendo uma parada que nunca fiz. Contraceno com gente que faz aquilo há muito tempo, tipo a Elizabeth Savalla, que tem 38 anos de carreira. Por enquanto, estou engatinhando. Em novembro, talvez, esteja realizando um trabalho maneiro.