Trump vai à Inglaterra e Meghan Markle já oficializou: não irá encontrá-lo

Meghan Markle já chamou Trump de misógino em entrevistas, e não será dessa vez que vai apertar a mão do presidente dos Estados Unidos.

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump embarca na próxima semana para uma visita oficial à Inglaterra. Na agenda, além de outros compromissos, está um encontro com a realeza, claro. Príncipe Harry, Príncipe William e Kate Middleton estão confirmados para o jantar de gala, bem como o Príncipe Charles e, óbvio, a Rainha Elizabeth. Meghan Markle, por sua vez, já confirmou… que não vai.

Isso fez com que muita gente se perguntasse se ela estaria boicotando o encontro por motivações políticas. Feminista, Meghan se posicionou publicamente contra Trump algumas vezes, antes de fazer parte da Família Real. E até declarou voto em Hillary Clinton nas eleições de 2016.

Meghan Markle

 (Samir Hussein/WireImage/Getty Images)

Ela inclusive disse que Trump era misógino e desagradável, em uma entrevista no programa The Nightly Show with Larry Wilmore, do canal Comedy Central.

Mas calma lá, minha gente. Desavenças políticas a parte, Meghan não tem nenhum compromisso agendado até outubro deste ano, quando vai participar da reunião anual da ONG One Young World. É preciso lembrar que ela deu à luz master Archie há menos de um mês, e está, muito justamente, em plena licença-maternidade, cuidando do bebê.

Agora, não dá para deixar de pensar que foi muita sorte a dela que esse compromisso acontecesse justamente quando ela tem uma excelente desculpa para deixar de se encontrar com Donald Trump. Muito melhor curtir seu bebê, Meghan!

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!