Viver a Vida: Sandrinha sofre preconceito no hospital

Celeste, a médica-chefe do hospital Santa Terezinha não vê a hora de Sandrinha cair fora dali

Legenda Sandrinha (Aparecida Petrowsky)
Foto: Rede Globo

Ninguém aguenta o mau humor de Celeste (Angela Barros), médica-chefe do Hospital Santa Terezinha. Preconceituosa, ela não vê a hora de Sandrinha (Aparecida Petrowsky) deixar a maternidade só porque a moça é negra e pobre. Chega a dizer que ela deveria ter o filho num hospital público. Tudo piora quando Edite (Lica Oliveira) chama a polícia para prender Benê (Marcello Melo) no hospital. Celeste vê a confusão e vira para Miguel (Mateus Solano): “Essa moça ainda não foi embora? Que praga!” Pelo menos, essa víbora não é uma freira como a peste da Irmã Má (Marly Bueno), de Páginas da Vida (2006)…

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s