Viver a Vida: Sandrinha sofre preconceito no hospital

Celeste, a médica-chefe do hospital Santa Terezinha não vê a hora de Sandrinha cair fora dali

Siga o mdemulher no Instagram

Legenda Sandrinha (Aparecida Petrowsky)
Foto: Rede Globo

Ninguém aguenta o mau humor de Celeste (Angela Barros), médica-chefe do Hospital Santa Terezinha. Preconceituosa, ela não vê a hora de Sandrinha (Aparecida Petrowsky) deixar a maternidade só porque a moça é negra e pobre. Chega a dizer que ela deveria ter o filho num hospital público. Tudo piora quando Edite (Lica Oliveira) chama a polícia para prender Benê (Marcello Melo) no hospital. Celeste vê a confusão e vira para Miguel (Mateus Solano): “Essa moça ainda não foi embora? Que praga!” Pelo menos, essa víbora não é uma freira como a peste da Irmã Má (Marly Bueno), de Páginas da Vida (2006)…