Vivianne Pasmanter, aos 42 anos: “É como se eu tivesse de saber tudo. E eu ainda não sei”

A atriz volta às novelas depois de enfrentar turbulências com sua separação

A atriz em uma das suítes do Sheraton Rio Hotel & Resort, no Leblon
Foto: Dario Zalis

O sono de Vivianne Pasmanter, 42 anos, andava agitado, e não só pela ansiedade de voltar às novelas após quase quatro anos. O que atrapalhava a noite da atriz era uma cobra assustadora que insistia em aparecer em seus sonhos. Ao acordar e perceber que a imagem forte continuava perseguindo-a, Vivianne teve um estalo, sentou-se em frente ao computador e enviou um e-mail ao escritor Manoel Carlos, 80, de quem é uma das preferidas, e sugeriu que sua vilã de Em Família (Globo) tivesse o tal bichinho de estimação na trama. Seu retorno à TV, após um período turbulento que viveu nos últimos tempos, incluindo uma separação nada amigável depois de sete anos de casamento e uma briga na Justiça pela guarda dos dois filhos, precisava ter um impacto daqueles. E teve.

“Esse tempo em que fiquei longe foi bom. Deu para ficar com as crianças (Eduardo, 11, e Lara, 9), que eram menores, viajar um pouco… Eles demandavam muito. Agora, estão mais independentes”, comemora ela, solteira, após namorar por dois anos. “Ninguém ficou sabendo porque não gosto de exibir”, enfatiza. “Mas não vou prometer que eu não namore até sair a revista. Tem um monte de gente ali que eu já olhei, né?”, interrompe, bem-humorada, apontando para alguns frequentadores do restaurante L’Etoile, do Sheraton Rio Hotel & Resort, no Leblon.

A relação com o ex-marido, o empresário Gilberto Zaborowsky, 52, atualmente casado com a apresentadora Luísa Mell, 35, é cordial, segundo a atriz. “É uma relação parental eterna, afinal, ele é o pai dos meus filhos”, explica, ressaltando que não gosta de falar sobre questões que envolvem as crianças. “Acho importante preservá-los. Foi uma opção que eu fiz (ser famosa). Pode até ser que façam essa opção um dia, mas não fizeram ainda. É ruim impor isso a eles, sabe?”, explica.

A preocupação da atriz é um reflexo da separação com Gilberto, em 2008, que foi traumática e bastante ruidosa, principalmente para quem sempre procurou preservar sua vida pessoal. Na época, comentava-se que o casal vivia em guerra e que ela nutria grande ciúme da amizade do marido com Luísa, com quem ele acabou se casando três anos depois. Nesse período, Vivianne enfrentou uma crise emocional que a obrigou a se afastar do elenco da novela Tempos Modernos (Globo, 2010), dando início a uma nova série de rumores sobre a proibição da atriz de deixar o ex-marido ver os dois filhos, o que foi negado por sua assessoria de imprensa.

Vivianne Pasmanter, aos 42 anos: "É como se eu tivesse de saber tudo. E eu ainda não sei"

Vivianne completou 22 anos de carreira
Foto: Dario Zalis

Incisiva, ela diz que nem tudo o que foi publicado é verdade. “Disseram muita mentira, muita invenção. Não aconteceram as brigas. Houve, sim, um processo de guarda na Justiça, que terminou. As crianças estão comigo, como sempre estiveram”, esclarece.

Após passar por tudo isso, Vivianne lembra que ficou bastante reflexiva. “Eu me senti injustiçada. Sou uma atriz, mas minha vida não é pública. Não sou uma pessoa pública de jeito nenhum. Tem gente que fala assim: ‘Ah, eu pago seu salário’. Não, não paga. Não tenho cargo público. Trabalho em uma empresa privada. Vou lá, faço meu trabalho da melhor maneira possível, sou dedicada. Aí acham que são donos do seu filho, da sua filha e da sua vida? Tenho direito à minha vida”, desabafa.

A fama, definitivamente, não enche os olhos da atriz. “É a parte de que menos gosto da profissão, porque te aprisiona um pouco, tira sua liberdade. Tem coisas boas? Tem. Mas acho que o ônus não compensa o bônus. Tem o reconhecimento, que no caso do ator de TV é uma coisa muito abrangente. Isso é muito bom. Mas você precisa estar muito atento para isso não influenciar seu ego. Tem de saber separar. Essa não sou eu, é um personagem. Vivianne Pasmanter não existe, é uma invenção, não é verdade”, tenta explicar.

Ela reflete sobre o quanto a maternidade a transformou em uma pessoa melhor. “O centro do mundo deixa de ser você. Passei a entender que havia algo mais importante do que eu. Realmente, você dá um braço, uma perna e até a vida por um filho. Antes de ser mãe, você não sabe o que é ter um amor pelo qual é capaz de dar sua vida”, derrete-se. Com os dois filhos cada vez mais independentes, ela conta que encararia fraldas, mamadeiras e chupetas novamente. “E feliz”, acrescenta sorrindo.

Cara a cara com o tempo

Com 22 anos de carreira, Vivianne afirma que não sente o tempo passar. “Encontrar uma pessoa que eu não via há muito tempo e relembrar coisas que aconteceram 20 anos atrás é algo muito doido na minha cabeça. Não realizei que já tenho 42 anos. Aos 42, teoricamente você é uma mulher. Mas, por dentro, eu não me sinto tão madura assim, ainda estou começando, aprendendo. É como se, com 42, eu tivesse de saber tudo. E eu ainda não sei. Eu me sinto começando, como se ainda tivesse 20. Às vezes, você se toca e pensa: ‘Espera, calma aí, você não tem mais todo esse tempo’”, pondera.

Fisicamente, ela não se sente mais como aos 20 anos, mas lida bem com as mudanças impostas pela idade. “Sei que é uma coisa inexorável, tipo morte, que vai acontecer um dia. É um exercício de aceitação. Se o interior aceitar que você tem 30, 40 ou 50, fica mais fácil. Difícil é quando seu interior não aceita”, esclarece.

Vivianne Pasmanter, aos 42 anos: "É como se eu tivesse de saber tudo. E eu ainda não sei"

“Não vou prometer que eu não namore até sair a revista. Tem um monte de gente ali que eu já olhei”
Foto: Dario Zalis

Apesar de nunca ter feito cirurgia plástica, Vivianne não descarta a possibilidade de entrar no bisturi. “Eu faria, só não mexeria no rosto. Dá medo de não ficar bom. Quando ficar mais velha, também posso optar por personagens do interior, com rugas, que hoje quase não tem”, pondera. Para manter a forma, a atriz tem um segredo: “Sabe tudo que é bom? Você não come (risos). Eu não sou de maluquices, tento me cuidar. Como muita salada, proteína e frutas. Evito massas. E tudo é light, é uma vida light”, conta ela, que também corre e faz ginástica todos os dias, religiosamente.

Solteira, Vivianne não esconde que é uma mulher exigente. Ela lista os predicados que um homem precisa ter para chamar sua atenção. “Tem de ter um bom caráter, ser sincero e verdadeiro. E não é pouco, não. É muito. Está difícil!”, enumera e dá uma boa risada.

O ritmo frenético de gravações de uma novela das 9h não tem sido um problema para a atriz. “São 11 meses de dedicação total e absoluta durante uma novela. Você não consegue marcar um dentista! É diferente de teatro e cinema. Mas agora estou podendo me entregar ao que uma novela exige, organizei minha vida para isso. E eu não consigo fazer nada pela metade. Sou muito CDF. Sento, estudo, faço aulas, vou muito a fundo. Agora, posso me entregar”, conclui.

Crise familiar

Vivianne Pasmanter se casou com o empresário Gilberto Zaborowsky em 2001 e os dois tiveram um casal de filhos, Eduardo e Lara. Após sete anos de relacionamento, eles se separaram. Foi quando começaram a surgir notícias dando conta de que o término não havia sido nada amigável. Chegou a ser noticiado que a atriz teria proibido Gilberto de encontrar os filhos, o que ela nega. “Nunca quis abrir minha vida. Por ser muito discreta, sempre fui poupada de fofocas. Quando aconteceu, já cortei logo”, diz Vivianne, referindo-se a processos que abriu para preservar sua privacidade. Ela assume, no entanto, que os dois realmente brigaram na Justiça pela guarda das crianças, que acabaram ficando com a mãe. Na época, em 2010, a atriz chegou a se afastar das gravações da novela Tempos Modernos por cerca de dois meses. O ex-marido de Vivianne atualmente vive com a apresentadora Luisa Mell, com quem se casou em 2011, em uma cerimônia para 400 convidados.

Vivianne Pasmanter, aos 42 anos: "É como se eu tivesse de saber tudo. E eu ainda não sei"

A atriz em 2008 com os filhos, Lara e Eduardo
Foto: Gustavo Escatena

O Terror das Helenas

Manoel Carlos nunca escondeu que Vivianne Pasmanter é uma de suas atrizes preferidas, tanto que Shirley, de Em Família, é a terceira vilã que o autor escreve para ela, além da fotógrafa Isabel de Páginas da Vida, de 2006. “Só espero que eu não seja inspiração”, brinca Vivianne, que estreou em novelas como a primeira algoz das Helenas em 1991, em Felicidade, como a terrível Débora, que quase matou a heroína vivida por Maitê Proença, 56. Em Por Amor, de 1997, a desequilibrada Laura infernizava a vida de Maria Eduarda (Gabriela Duarte, 39), filha de Helena (Regina Duarte, 67), chegando a dar o golpe da barriga em Marcelo (Fábio Assunção, 42) para separá-lo da rival. E, para uma Helena de Maneco, mexer com sua família é o mesmo que mexer com ela.

Na atual novela das 9, Shirley inveja Helena (Julia Lemmertz, 50) desde criança. “Não gosto de encarar a personagem como vilã ou mocinha. Isso não cabe ao ator. Defendo o que está no papel. Deixo para o público avaliar, é melhor assim”, diz.

Vivianne Pasmanter, aos 42 anos: "É como se eu tivesse de saber tudo. E eu ainda não sei"

1991 – Débora, em Felicidade, infernizava a vida de Helena (Maitê Proença)
1997 – Laura, de Por Amor, dá o golpe da barriga para arrasar Maria Eduarda (Gabriela Duarte), filha de Helena (Regina Duarte)
2014 – Shirley, de Em Família, é movida pela inveja que nutre por Helena (Julia Lemmertz)
Fotos: Rede Globo / Roberto Valverde / João Miguel Júnior / Renato Rocha Miranda