15 dicas insanas para economizar na comida quando você está sem grana

Não está fácil para ninguém.

 

1. Aprenda a cozinhar.

Ok, para muitas pessoas a tarefa não é a mais agradável do mundo, mas compensa e o seu bolso agradece. Não sabe nem por onde começar? A internet está aí para isso e em tutoriais como este você encontra o caminho das pedras – e da cozinha. E sem grilo, hein, você não precisa ser uma chef de mãos cheias, tá? Saber o básico é suficiente e já ajuda na economia doméstica. O happy hour agradece!

2. Seja criativa: utilize as sobras

Agora que você já sabe o básico da arte milenar que é cozinhar é hora de ousar. Mas como? Usando os ingredientes que você tem em casa para preparar refeições sensacionais, nutritivas e com pouco. Já pensou que o arroz de ontem pode virar um arroz de forno com queijo saborosíssimo? Reaproveite os alimentos, boba! Aqui a gente separou 22 formas de transformar o velho em algo novo! Pah!

3. Congele os alimentos.

Sabe aqueles vários potinhos que a sua mãe estocava na geladeira e você nunca entendia os motivos? Então, eles são ótimos aliados na hora de poupar porque, além de salvar o seu bolso da tentação do delivery de pizza ou de uma ida desnecessária ao restaurante, você economiza tempo ao fazer várias refeições de uma vez. E adivinha, tem até um jeito certo para congelar os alimentos! O ideal, por exemplo, é colocá-los em vasilhas plásticas e embalados a vácuo. E importante: tente não esquecê-los para sempre lá no congelador. rs

4. Mas evite congelados.

Eles até podem ser muuuito gostosos e, claro, práticos, mas não são lá muito saudáveis e vão pesar, sim, na sua saúde financeira. Faça o teste e observe com atenção os preços na próxima visita ao supermercado. 

5. Escolha o dia do feirão no supermercado.

É de lei: todos os supermercados fazem e já que a grana está curta porque não fazer o teste e ir comprar nesse dia?

6. Faça uma lista.

Planeje mentalmente aquilo que precisa e coloque num papel. Se preciso, cheque a sua conta bancária, faça as contas e seja crítica: o que você realmente precisa? Vai fazer uma baita diferença no final do mês se você comprar estritamente o que escreveu na lista. E fuja da tentação de trazer 15 potes de Nutella (a gente sabe que é difícil!).

7. Compare os preços.

Dá uma preguiça, né? Mas não tem desculpa, todos os grandes mercados possuem um site com os produtos vendidos catalogados e já que você arranjou aquele tempinho na agenda para ver vídeos de gatos no Facebook separe um momento para fazer a ronda na seção de alimentos das páginas e compare!

8. Cupons ❤

Famosos nos Estados Unidos (já assistiu ao programa “Cupom Mania”, do Discovery?), eles são de grande valia na hora de economizar e, sim, já estão disponíveis no Brasil. O legal é que valem tanto para a compra de alimentos em supermercado, quanto para a aquisição de produtos de perfumaria, por exemplo. Acesse aqui e imprima vários. De nada! #aloucadoscupons

9. Planeje o cardápio da semana.

Por que não? Mesmo que as vacas magras sejam só uma fase, a alimentação caseira costuma ser bem mais saudável do que a que encontramos na rua e planejar no domingo o que vai comer durante a semana ajuda a evitar gastos desnecessários. E que tal, também, adotar e levar a famosa “marmitinha” para o trabalho ou, então, se jogar na febre das saladas no pote?!

10. Evite comer fora.

Se a ideia é economizar a palavra restaurante deve ser banida de seu vocabulário! Calma, não precisa radicalizar, mas o ideal mesmo é lançar mão da marmita e deletar do celular o número do delivery até as suas contas ficarem estáveis. 

11. Teve que ir ao restaurante? Não compre bebida.

Não teve jeito e você acabou indo com a turma do escritório para o famoso “quilo”? Procure evitar a compra de sucos ou refrigerantes porque normalmente eles custam o olho na cara nesses lugares e pesam mais no seu bolso do que a própria comida. Teste!

12. Vá à feira!

Os preços das frutas, verduras e legumes talvez sejam mais atrativos do que os do supermercado e você ainda tem a opção de ir no horário da xepa, período em que os valores despencam. Resultado: economia!

13. Vá ao açougue!

A carne lá também costuma ser mais barata do que no supermercado!

14. Vá ao atacado!

Ok, tá certo que alguns produtos você não precisa comprar em grandes quantidades por motivos de que alguns podem estragar e por até correr o risco de gastar mais. Mas já pensou que antes daquela viagem para a praia com as amigas o atacado pode ser um baita aliado? A comida vai sair mais em conta, você vai dividir as despesas e ainda economizar para os bons drinks – e a cervejinha – à beira-mar. 

15. Coma na casa dos seus pais.

Quando nada der certo, miga, a casa deles sempre vai estar de portas abertas. 🙂

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s