Brócolis é opção de alimento saudável e rejuvenescedor

O brócolis é amigo do coração e do sistema nervoso, controla a glicemia e ainda deixa você mais jovem. Bom apetite!

Buquê de saúde: um florete de tamanho médio apresenta mais vitamina C do que uma laranja e três vezes mais fibra que um pão de centeio
Foto: Getty Images

Se você precisava de um bom motivo para incluir o brócolis na alimentação, agora terá vários. Considerado um dos melhores alimentos para a saúde por seu alto valor nutritivo, esse vegetal não pode ficar fora da mesa. “Ele carrega em sua composição a receita completa para um organismo saudável: é rico em fibras, que ajudam na digestão e funcionamento do intestino; antioxidantes, que prolongam a juventude; e em vitamina A e ácido fólico, importantes para o sistema nervoso”, explica a nutróloga Cristiane Coelho, da Sociedade Médica Brasileira. “Essa hortaliça também tem bastante ferro, nutriente fundamental para a composição das células vermelhas do sangue, responsáveis por transportar oxigênio para outras partes do corpo”, completa.

Anticancerígeno

Está comprovado: o brócolis ajuda a proteger o organismo de alguns tipos de câncer, como de mama, pulmões, estômago e próstata. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional do Câncer, nos Estados Unidos, consumir mais de uma porção do vegetal por semana pode reduzir o desenvolvimento do câncer de próstata em até 50%. Isso porque o brócolis contém glucosinolatos, substâncias que aumentam as defesas do organismo e auxiliam na proteção contra a doença. 

Um estudo da Universidade de Michigan (EUA) destaca outro componente importante do vegetal: o sulforafano, que ajuda a prevenir a formação de tumores. “Ele também protege os vasos sanguíneos do excesso de açúcar no organismo e mantém o controle do diabetes”, explica a médica. Para fechar a lista de benefícios, uma boa notícia para quem sofre do estômago: “A universidade americana Johns Hopkins apontou que consumir diariamente 70 gramas de broto de brócolis durante oito semanas combate a gastrite causada pela bactéria Helicobacter pylori, a principal origem do câncer de estômago. O vegetal ameniza a infecção e alivia a dor”, conta Cristiane. O broto de brócolis é o estágio mais fresco e jovem da hortaliça, geralmente na primeira semana pós-colheita. Essa denominação deve vir escrita na embalagem do produto.

Preserve suas propriedades

No Brasil, existem dois tipos de brócolis: o japonês, ou ninja, e o comum. “Ao escolher o japonês, a cabeça deve estar firme e com granulação fina. Flores amareladas significam que o brócolis fi cou velho. Se preferir o comum, escolha um bem verde, com os botões das flores fechados, talos firmes e folhas frescas”, orienta Cristiane. “Para preservar a maior parte dos nutrientes na hora de prepará-lo, cozinhe-o no vapor em pouca água fervente com uma pitada de sal”, sugere a nutróloga. Conserve-o na geladeira em um saco plástico com furinhos por uma semana. A hortaliça pode ser encontrada em janeiro e no período de agosto a novembro.

Você, mais magra e jovem

Pode comer sem culpa! Além de fresco e saboroso, o brócolis é uma verdadeira barganha calórica – um buquê de tamanho médio (cerca de 100 gramas) tem apenas 25 calorias! O vegetal ainda faz você parecer alguns anos mais nova: “O alto teor de flavonoides e antioxidantes protege as células dos danos provocados pelos radicais livres, que causam as ruguinhas precoces, e ainda ajuda a prevenir doenças relacionadas ao envelhecimento, como a degeneração macular dos olhos, razão mais comum de cegueira relacionada à idade”, explica Cristiane Coelho.

Aprenda a fazer receitas leves e deliciosas com brócolis como a de Sopa de brócolis e creme de ricota e a de Suflê de brócolis!

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!