Homem na cozinha: Rodrigo Hilbert também põe a mão na massa

O apresentador do programa Tempero de Família, Rodrigo Hilbert, aponta três pratos que ele prepara e fazem o maior sucesso

Siga o mdemulher no Instagram

Já não bastasse ser gato, do tipo que deixa qualquer mulher embasbacada, o ator Rodrigo Hilbert põe a mão na massa e vira chef em um novo programa de TV
Foto: Divulgação

Ele é lindo, simples e inteligente. Cuida dos filhos gêmeos, faz as compras do mês e sempre fala da mulher, Fernanda Lima, de um jeito apaixonado… Não bastasse tudo isso, ainda manda bem na cozinha e na apresentação de Tempero de Família, seu novo programa de TV. Sim, este homem existe, tem nome e sobrenome: Rodrigo Hilbert.

Rodrigo, que também é ator e modelo, aprendeu cedo que lugar de homem pode ser, sim, na cozinha. As lições vieram da mãe, Suzete, e poderão ser vistas agora em Tempero de Família, programa de culinária gravado na casa do ator e exibido pelo canal pago GNT. A função do chef é simples (e saborosa): resgatar e ensinar sem cerimônia como preparar os pratos que aprendeu durante a adolescência – e, claro, arrancar suspiros das telespectadoras.

No primeiro episódio, é a própria Suza (como ele se refere à mãe) que aparece a seu lado, ajudando no preparo dos pratos e, volta emeia, dando uns “pitacos”, quando o filho coloca na boca a mesma colher que usou para mexer o sagu, por exemplo. “O programa é a exata reprodução do que foi a minha adolescência, quando eu passava os finais de semana com meus primos, tios, tias e mãe na garagem da minha avó, fazendo churrasco ou preparando torresmo. Para mim, cozinha é união, é família. Esse é o registro que eu tenho”, conta Rodrigo. “Fizemos questão de ser o mais fiel possível em tudo. Não fiz, por exemplo, o pão na noite anterior para fingir que estou preparando a massa no dia seguinte, entende? Tudo no programa é de verdade, aconteceu do jeito que aparece. Acho que conseguimos transparecer o afeto que existe nesse ritual em minha família.” Se o afeto é ingrediente fundamental na receita do programa, a despretensão é a calda quente do bolo. Ao constatar o sucesso de um prato, Rodrigo toma a mãe pelos braços e dança em comemoração”.

No preciosíssimo livro de receitas da família, os grandes hits são a polenta com galinha ensopada, a macarronada caseira, a cuca de banana, o bolo de aipim, o pão de milho. “São essas receitas que resistiram e resistirão por anos na minha família, e são elas que eu quero ensinar para os meus filhos”, diz Rodrigo, referindo-se aos filhos João e Francisco.

Confira abaixo o bate-papo com o apresentador:

Como você aprendeu a cozinhar?

Na minha família sempre tivemos esse costume. Aos domingos, pais, irmão, tios, primos e avós se reúnem para fazer churrascada e polenta com galinha. Os cafés da tarde que minha avó faz também são rotina. Além disso, na adolescência eu terminava a comida do almoço que minha mãe deixava quase pronta no dia anterior.

E a ideia de mostrar as receitas na TV como surgiu?

Estava em casa, no Rio, reproduzindo um desses almoços do sul, quando uma amiga diretora do GNT chegou. Ela teve um feeling e decidiu filmar tudo. Estou muito feliz com o resultado. As pessoas me contam que testaram as receitas e sinto mais a proximidade do público do que quando fazia novela. Minha mãe diz que toda quinta-feira a cidade para na hora do programa. Para dar autenticidade, gravamos na garagem de casa em Orleans.

A Fernanda palpita no seu trabalho?

Ela acompanhou as gravações e participava. Também disse que o importante é ser verdadeiro, falar o que está sentindo, sem máscaras. Ali é você mesmo, e não um personagem.

O que você prepara que ela mais gosta?

Ela adora a picanha virada no forno, com batata, cebola e aspargos. Quando estava grávida, enjoou no início e a única coisa que conseguia comer era a minha canja de galinha.

É daqueles homens que deixam a cozinha bagunçada?

Que é isso, meu serviço é completo! (risos) Ontem mesmo fiz um rancho (as compras do mês em “catarinês”) e levei os meninos comigo. Chegamos em casa, dei banho, fiz o jantar e botei os dois para dormir. Aí coloquei a despensa abaixo e arrumei tudo.

Especialidades de chef

Rodrigo aponta três pratos que ele prepara e fazem o maior sucesso

· Rabanadas: um clássico que a avó de Rodrigo servia nos cafés da tarde em Orleans, cidade natal do apresentador

· Cozido de carne com legumes e pirão. Batata-doce, repolho, salame e costelinha de porco são só alguns dos ingredientes.

· Nhoque de pão com molho de frango. O apresentador garante que a massa inventada pela mãe dele é de comer rezando.

 

* Matéria com conteúdo das revistas Elle e Estilo (por Manuella Menezes e Patricia Fróes)