Siga estas 6 dicas e faça o chocolate quente perfeito

Como escolher o chocolate? Como engrossar? Pode “temperar” com especiarias? Saiba tudinho aqui!

Os melhores lugares da casa nos dias frios são, sem dúvida, a cozinha – para fazer receitas quentinhas deliciosas – e o sofá ou a cama – mais especificamente debaixo das cobertas, saboreando os feitos culinários. Sopas bem gostosinhas, sobremesas especiais para as baixas temperaturas e um belo chocolate quente são as melhores pedidas, sempre!

Para fazer um chocolate quente consistente e saboroso, parecido com os servidos nos cafés, basta saber alguns segredinhos. A chef Ana Carol Künzler, consultora de restaurantes e cafés em Gramado (serra gaúcha), passou para o MdeMulher as principais dicas para um chocolate quente perfeito.

Use chocolate, não achocolatado

O ingrediente principal, naturalmente, é o chocolate. Esqueça achocolatados: aqui você vai usar chocolate de verdade – pode ser em barra ou em pó. “O açúcar do achocolatado ‘rouba’ a consistência da bebida, dificulta sua cremosidade. E o sabor do chocolate fica muito diluído”, explica Ana Carol.

O tipo de chocolate fica por conta do seu paladar: pode ser ao leite, meio-amargo, amargo e até branco. Que tal provar um diferente cada vez que fizer um chocolate quente?

Engrosse o chocolate quente com amido de milho ou creme de leite

Sem um auxiliar para dar consistência, o chocolate quente ficará mais molenga, não tem jeito. Os dois melhores ingredientes para deixar a bebida cremosa são o amido de milho e o creme de leite.

Mas tome cuidado com a dose, para não transformar seu chocolate quente em pudim de chocolate (não que pudim de chocolate seja ruim, mas… a ideia aqui é uma bebida, não uma sobremesa). A proporção para cada xícara de chá de leite é uma xícara de chá de creme de leite OU uma colher de sopa rasa de amido de milho

Acrescente especiarias no começo do preparo do chocolate quente

Assim que o chocolate estiver incorporado ao leite – misturado (se for em pó) ou derretido (se for em barra) –, acrescente especiarias à receita. Cardamomo, gengibre, baunilha, anis, canela em pau, cravo-da-Índia e noz-moscada são alguns dos responsáveis por sabores marcantes nos melhores chocolates quentes que você bebe por aí.

“O calor ajuda a liberar os ativos de sabor e de aroma de todas as especiarias. Acho sempre melhor usar no máximo duas por receita, para poder identificá-las e saboreá-las melhor”, aconselha a chef.

Fogo baixo para preparar o chocolate quente

Não faça chocolate quente se estiver com muita pressa ou pouca paciência: no fogão caseiro, ele deve ser preparado no fogo baixo – o mais baixo possível nas configurações do seu fogão. Assim não há risco de amargar sua bebida, pois o leite não ferverá e também não haverá o risco de queimar o chocolate nas paredes da panela.

Deixe as bebidas alcoólicas para o fim

“Batizar” o chocolate quente com bebida alcoólica é uma boa ideia quando você não vai precisar dirigir ou trabalhar na sequência. A chef Ana Carol sugere a adição de conhaque ou de uísque e esclarece que eles deve ser colocados no chocolate quente já pronto, para o álcool não evaporar e o sabor ser mantido.

Capriche na decoração do chocolate quente

Mesmo que você vá beber seu chocolate quente sozinha, use uma caneca bem bonita e decore a bebida com canela em pau, anis ou hortelã. Fica lindo e dá um saborzinho extra no final do preparo. E todas merecemos pequenos mimos, ainda mais em dias frios!

☆ Descubra o significado de MARTE no seu Mapa Astral ☆