10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

Nossa editora de moda revela truques para quem quer fazer boas compras em um bazar com superdescontos.

Passada a temporada das principais liquidações, chega o momento de algumas marcas promoverem grandes bazares. E sensação melhor não há do que comprar peças de excelente qualidade por um precinho amigo. Acontece que essas vendas especiais podem deixar a gente um pouco zonza, sem foco, com vontade de comprar, comprar e comprar sem entender exatamente em que vale a pena investir.

Como editora de moda do MdeMULHER, encarei quatro horas de fila no bazar da grife americana Kate Spade, nesse sábado (31.08), e divido aqui o caminho das pedras para que você faça um bom negócio.

1.  Antes de sair de casa, dê uma geral no seu guarda-roupa. Veja que peças andam encostadas no fundo da gaveta pela simples falta de companhia. Fique de olho também naquela saia, por exemplo, que só sai do armário se for com uma mesma blusa coringa que, aliás, está entre as suas preferidas (e você fica até um pouco preocupada quando vai colocá-la no cesto de roupas para lavar). Dessa maneira, você identificará que peças estão em falta no seu closet e que peças merecem entrar em um esquema de revezamento com uma novinha em folha. Afinal de contas, a ideia é encontrar, no bazar, itens capazes de multiplicar suas possibilidades de looks.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

2.  Estabeleça um budget e lembre-se que de nada adianta ter produções lindas e chiques se você não tiver como por os pés para fora de casa depois das compras porque sua grana acabou. Outra coisa chata é sofrer com a “ressaca pós-bazar”, que tem como sintoma principal o stress causado pela fatura do cartão de crédito que há de chegar muito em breve. Conselho de amiga: leve no bolso apenas o que puder gastar e não caia na armadilha do parcelamento – você estará comprando peças de coleções antigas e provavelmente será seduzida por lançamentos que desembarcarão, logo, logo, nas araras das lojas. Guarde dinheiro para a ocasião.

 3. Quando você acorda e começa a se vestir, sente falta de que tipo de peça? De um sapato “assim assado”, de uma saia mais comportada ou de um colar que alegre o visual? Tome nota de seus desejos fashion matutinos. E foque neles.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

4. Tome nota também das cores que estão faltando no seu acervo fashion e dos shapes que te favorecem. Na dúvida, invista em peças pretas. O preto é sempre mais fácil de ser combinado. Tenha em mente: as estampas são da coleção passada – será que elas terão vida longa em seus looks? Reflita.

5. Não compre peças para uma mesma ocasião – a não ser que sua ideia seja compor um look completo para ir a uma festa, por exemplo. Mas de que adianta ter cinco bolsas para o trabalho e nenhuma para o casamento da melhor amiga?

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

6. Missão fotógrafa. Leve, no celular, fotos das peças do seu closet que precisam de novas companhias. E, no bazar, quando se apaixonar por uma camisa, por exemplo, veja se há, no seu acervo pessoal, uma peça que combine com ela. Caso positivo, agarre a camisa. Do contrário, desapegue.

7. Convide uma amiga para te acompanhar. Se ela não topar, se esforce para fazer amizades por lá. Outras pessoas podem enxergar aquilo que seus olhos não capturaram e talvez descartem peças que se encaixam perfeitamente nos seus looks.

8. Chegando lá, pegue tudo o que gostar à primeira vista. Quando tiver cinco ou seis peças em mãos, analise o garimpo inicial e descarte o que não for a sua cara, não couber no seu bolso, ou que não seja tão útil assim – mesmo que sinta um apertinho no coração, viu? Coragem.

9. Importante! Leve um kit sobrevivência: vale desde um pacotinho de Club Social (para levantar a pressão) a chocolatinhos capazes de aliviar qualquer sinal de compulsão por compras. Uma garrafinha de água também pode ser bastante útil.

10. Saia de casa com um sapato confortável e fácil de tirar (isso vai facilitar sua vida na hora de experimentar as roupas rapidamente), uma calça que permita que você vista saias e calças por cima dela – já pensou no caso de não haver um provador disponível?

Dica esperta 1: a circunferência de nossos pescoços costuma medir exatamente a metade da circunferência de nossas cinturas. Assim, para saber se a cintura (na altura do umbigo) vai te servir, levante a saia ou a calça até a altura do seu pescoço segurando cada extremidade do cós com uma das mãos e envolva o cós em torno do pescoço de modo que as pontas se encontrem. Se não sobrar nem faltar, pode levar.

Dica esperta 2: no caso de não encontrar um espelho, peça que uma amiga te fotografe vestindo a peça e te mostre a foto.

 

A minha experiência no sábado
Acordei às 11h e comecei a dar uma geral no guarda-roupa. Identifiquei a falta de:

1. Uma bolsa pequena (mas nem tanto) com charme para ir a eventos na casa de amigos e familiares – menor e menos formal do que as que uso diariamente.

2. Uma nova maxibolsa “mil e uma utilidades” (a minha está velhinha) dessas que comportam um kit sobrevivência para viajar de avião, uma troca de roupa para depois do trabalho ou para quando durmo fora de casa em dias de semana. Uma bolsa que funciona como bolsa e como mala, mas não é mochila, sabe?

3. Uma saia boa para os looks de trabalho, de passeio no final de semana, de jantares com os amigos e festinhas no geral. Uma saia coringa.

4. Um casaqueto ou cardigã soltinho e chique para usar nas mais diversas ocasiões durante a primavera.

5. Uma bolsa para os looks noite com capacidade real de comportar meus itens de make essenciais, dois celulares, dinheiro e documentos sem muito esforço.

Chequei minha conta na internet e estipulei o budget de mil reais. Vesti uma blusa com a qual eu gostaria de usar o cardigã, uma pantalona cropped bem maleável e sapatilhas. Saí de casa. Cheguei ao bazar da Kate Spade às 14h30 e enfrentei, com minha melhor amiga, uma fila de meia hora para entrar. Lá dentro, minha amiga desistiu porque o showroom estava lotado. Mas eu já tinha ganhado a confiança de outra pessoa na fila que se tornou minha fiel escudeira. Juntas, fomos selecionando as peças já em fila rumo ao caixa. Conversa vai, conversa vem, começamos a interagir também com outras colegas de fila que nos repassaram peças excelentes.

Já na boca do caixa, fiz as contas e percebi que estava extrapolando a quantia estipulada e que tinha duas peças a mais em mãos – e não previstas na minha lista de compras. Fiquei com o coração apertado, mas fui forte e desapeguei. Refiz as contas, o valor total era 193 reais mais caro que o meu budget, mas as peças, muito boas, do tipo que vou usar muito. Encarei o “prejuízo” como investimento.

Às 18h30, cheguei ao caixa com os cinco itens que planejei comprar:

1. Bolsa pequena, R$ 180: escolhi a preta por ser fácil de combinar. Vai ser minha melhor aliada nos eventos informais com os amigos e também durante as semanas de moda nacionais – pois é bastante aberta e promete facilitar meu acesso a caderninhos, canetas, câmera, telefones e convites de desfile.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

2. Bolsa para usar à noite, R$ 327: selecionei uma preta. No tamanho ideal para mim e que também pode transitar nos meus looks glam durante o dia.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

3. Bolsa “mil e uma utilidades”, R$ 242: essa é, na verdade, uma baby bag bem levinha. Não, não tenho um bebê, mas um look adulto deve ocupar menos espaço que todas as trocas de roupa, mamadeiras e fraldas de uma criança, certo? Amei a estampa floral p&b – ela vai levantar várias produções.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

4. Saia coringa, R$ 224: encontrei uma preta com detalhes brancos, de pregas, com o comprimento logo abaixo dos joelhos – o preferido de Coco Chanel. E sei que esse modelo está na mira dos estilistas mundo afora. Pontos fashion extra.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar

5. Cardigã ultra blue bordado, R$ 220: a cor está em alta e o cardigã combina com quase todas as peças que tenho. Ele tem mangas mais curtas, perfeito para essa época de mudança de estação e para brincadeiras de sobreposição com camisetas de mangas compridas. Além do mais, os bordados são a minha cara.

10 dicas para você tirar o melhor proveito possível na hora de comprar em um bazar
 
Como o bazar da Kate Spade é fechado apenas para convidados, listei abaixo dois outros bazares que estão rolando em São Paulo e no Rio de Janeiro. Boas compras!

São Paulo
Gloria Coelho (até 20.09) – até 90% de desconto!
Na fábrica da estilista, de segunda a sexta, das 10h às 20h. Aos sábados, das 10h às 17h. E, aos domingos, das 12h às 17h.
Endereço: Rua dos Cariris, 63, Pinheiros.
 
Rio de Janeiro
7 For All Mankind (de 31.09 a 07.09) – até 75% de desconto!
No Fashion Mall, de segunda a sábado, das 10h às 22h. E, aos domingos, das 15h às 21h.
Endereço: Estrada da Gávea, 899, São Conrado.
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s