30 anos depois: Xuxa retorna à passarela com sua clássica bota de amarrar

Apresentadora foi homenageada pela grife Yes Brazil e abusou da modéstia ao ser elogiada pela corpão que mantém aos 53 anos: "Para, sou vovozinha"

Em uma noite brindada por musas como Paolla Oliveira e Cristiane Torloni, todos os olhares se voltaram para Xuxa, que fechou o desfile que marcou a festa que deu início ao evento de moda Rio Moda Rio, realizada no Pier Mauá, zona portuária carioca. Aparentemente mais magra, a loira arrancou gritinhos da platéia e alguns fãs ainda comentavam ” Que corpo é esse ?”. Ao sair de mãos dadas com o namorado Junno Andrade, a presentadora foi modesta, quando jornalistas contaram para ela que muitos ficaram admirados com sua boa forma. ” Jura? Ah gente, para, já estou com 53, sou vovozinha”, referiu-se a idade. O ator Igor Rickli , que estava acompanhado da mulher, a ex-rouge Aline Wirley, foi  um dos admiradores da noite. ” Ela estava simplesmente linda”, disse e Aline completou: ” A Xuxa é maravilhosa, adoro, amo”, finalizou.

Agência Fotosite Agência Fotosite

Agência Fotosite (/)

A admiração não era para menos. Xuxa ousou com transparência deixando os seios à mostra na passarela e ainda colocou uma peruca cacheada gigante. Ela chegou ao camarim quase três horas antes do desfile, mas levou cerca de uma hora para se produzir. “Eu vou entrar na passarela depois de 30 anos como manequim, o Gringo convidou, eu vim. A vovó na passarela”, falou minutos antes do show. “Essa é a minha bota mesmo, que eu fiz na Grandene de amarrar e foi inspirada na Yes. A Grandene não queria fazer, achavam que uma bota não ia vender. Fez e vendeu como água”, comemorou. 

Agência Fotosite Agência Fotosite

Agência Fotosite (/)

Ícone dos anos 80, apresentadora lembrou seus tempos de modelo ao desfilar pela grife Yes, Brasil. Segundo sua assessora Tatiana Maranhão, ela estava tão feliz, que chegou a dar pulinhos de alegria, quando recebeu a roupa que iria desfilar.  O desfile nostálgico relembou a irreverência da moda dos anos 80, com hits de Prince e David Bowie também com momentos de emoção. Bem mais discreta que Xuxa, a atriz Silvia Pfeifer também topou participar e tirar da memória a desenvoltura modelo e foi uma das primeiras a entrar na passarela. Parecendo emocionada, ela entrou mandando beijos para o público. O final foi marcado por uma homenagem. Primeiro, escutou-se a voz de outra modelo que também foi sensação na década tão lembrada. No telão apareceu um pequeno depoimento de Betty Lago, que morreu no ano passado, vítima de um câncer. ” Faça sempre o que quiser, vista sempre o que quiser”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s