Apaixonado por moda, Dinho Batista estreia como estilista no SPFW

Assessor de modelos como Fernanda Tavares e Carol Ribeiro estreia coleção para Maison Alexandrine

Dinho Batista era daqueles meninos apaixonados por moda que não saiam de frente da TV. Seu programa favorito? GNT Fashion, ainda apresentado por Betty Lago. ‘’Na época, ainda em Recife, eu assistia muito e comecei a observar as modelos andando na passarela. Até desenvolvi uma técnica onde a pessoa aprende a andar de salto alto na ponta do pé”, contou em conversa com ESTILO nos bastidores do SPFW. Em agosto de 1999, quando chegou a São Paulo, Dinho fez apenas 2 meses de moda no Senac. ‘’Ou eu pagava o aluguel e comia ou fazia a faculdade.  Peguei meu sonho e coloquei numa gaveta, quietinho, né, fazer o que?’’, disse.

Fernanda Tavares para Alexandrine por Batista Dinho Fernanda Tavares

Fernanda Tavares (/)

Depois de guardar o sonho de ser estilista, Dinho começou a trabalhar em uma agência de modelos e aplicou sua técnica de passarela. “Nesses 16 anos ensinei Carol Trentini, Cintia Dicker, Emanuella de Paula… Sabe o personagem Visky de Verdades Secretas? Foi inspirado em mim. Dei oficina pro Rainer (Cadete) e dei aula de passarela pra todo mundo da novela’’, lembrou. Com tantos talentos, Dinho define sua profissão: “Sou mesmo assessor pessoal de algumas tops como Isabeli Fontana, Fernanda Tavares, Cintia Dicker, Michele Alves…”, lista.

Cinthia dicker para Alexandrine por Batista Dinho Cinthia Dicker para Alexandrine por Batista Dinho

Cinthia Dicker para Alexandrine por Batista Dinho (/)

É!  Mas neste SPFW N43, Dinho é o estilista da Alexandrine, convite aceito em setembro do ano passado. “Alexandra (sua amiga há 3 anos) estava sem estilista e me chamou pra assinar essa coleção. E eu fiquei… ‘’como assim ?’, 16 anos depois vou realizar esse sonho? Comecei a chorar, gente. Imagina?’’, detalhou.

Com alguns meses para pensar a coleção, Dinho teve alguns flashes de uma criação antiga. “Em 98, mandei um projeto para o Phytoervas Fashion. Tinha feito uma pequena coleção lá em Recife com um trabalho de fita de cetim, folclórico e tal. Nunca obtive uma resposta”.

Carol Ribeiro para Alexandrine por Batista Dinho Carol Ribeiro

Carol Ribeiro (/)

As fitas de cetim coloridas deram lugar a cores sóbrias como branco, off-white, cinza e verde oliva. Entrou também o gorgurão. Os detalhes, construídos um a um por alfaiates, foram acompanhados de perto por Dinho. A última peça ficou pronta duas horas antes do desfile que marcou sua estreia como estilista. “Meu sonho sempre foi ser estilista. Um sonho de 20 anos atrás’’.

Os croquis dos 28 looks foram desenvolvidos por Dinho e sua equipe de estilo, madrugadas a fio. “As pessoas me perguntam se estou nervoso para o desfile, mas não estou… já vivi tanto isso, estou mais preocupado com as peças, mais emocionado com as roupas nas modelos’’, disse, minutos antes do início do show, que contou com a presença de todas as suas amigas: Fernanda Tavares, Cintia Dicker, Carol Ribeiro, Michelle Alves em seu casting estrelado e Isabeli Fontana na fila A.

Alexandrine por Batista Dinho Alexandrine por Batista Dinho

Alexandrine por Batista Dinho (/)

Sim, Dinho adora suas mulheres! Inclusive, sua coleção Tressê trouxe homenagens às mais importantes de sua vida: sua mãe, sua irmã, sua diretora da escola e claro, suas amigas tops. Cada peça levou o nome destas mulheres e Cintia foi a única a desfilar com sua peça homônima.

Já confirmado para o SPFW N44, Dinho garante que conciliará suas profissões. Por enquanto, ele está com a cabeça na coleção de verão.

Alexandrine por Batista Dinho

Alexandrine por Batista Dinho (/)

Alexandrine por Batista Dinho Alexandrine por Batista Dinho

Alexandrine por Batista Dinho (/)