Cantora vai ao Grammy com vestido em homenagem ao muro de Donald Trump

Joy Villa chegou ao tapete vermelho do Grammy 2019 com um vestido que demonstra apoio à política do muro promovida por Donald Trump.

Siga o mdemulher no Instagram

Joy Villa é uma cantora americana que já ficou conhecida pelo empenho em levantar bandeiras políticas através de seus vestidos no Grammy.

Em outras edições do evento, Joy foi clicada usando um vestido alusivo à campanha antiaborto nos Estados Unidos e outro onde se lia “make America great again” (faça a América grande de novo), slogan usam na campanha de Donald Trump nas eleições de 2016.

 (John Shearer/Getty Images)

No Grammy deste ano, a cantora escolheu mais um vestido intrigante. Joy apareceu com um vestido prateado que escondia outro por baixo. Ao retirar a peça de cima, ela revelou outro vestido, com estampa de tijolos e, em evidência, as palavras “Build the Wall” – construa o muro, em português.

A frase faz alusão ao muro que Trump prometeu construir para separar os Estados Unidos do México.

Além do vestido, nos ombros ela usou um acessório parecido com arame farpado e ainda uma bolsa em formato de tijolo, novamente estampando a frase “make América great again”. Na cabeça, Joy tinha uma espécie de coroa que parece remeter à Estátua da Liberdade.

 (Steve Granitz/Getty Images)