Conheça a marca europeia que está fazendo camisetas políticas

A Weekday ganhou notoriedade recentemente quando abriu sua primeira loja em Londres.

Chamada de Zeitgeist, a coleção polêmica da marca Weekday acabou de chegar em solo londrino. Com a abertura de sua primeira loja na capital da Inglaterra, ganharam notoriedade e um buzz ainda maior foi criado em relação às peças de cunho político da marca.

Desde que a camiseta com o escrito “We should all be feminists” (devemos todos ser feministas, em livre tradução) riscou a passarela da Dior, no debut de Maria Grazia Chiuri, o número de camisetas com dizeres políticos aumentou e está super em alta, mas para a Weekday, é realidade desde 2002, quando abriram suas portas.

As estampas da marca são minimalistas e o toque escandinavo, assim como eles mesmo descrevem na bio do Instagram, faz com que as peças transitem bem entre o guarda-roupa masculino e o feminino, sendo quase um unissex, o que dá ainda mais força a igualdade que pregam.

Ao invés de falar para as pessoas o que deveriam pensar, a coleção Zeitgeist surgiu para provocar discussão. “Nós achamos que esta era uma ótima maneira de nos expressarmos e falarmos sobre coisas que julgamos importantes”, disse a designer Annika Berger à Dazed. Apesar de política ser um tema “pesado”, a marca usa o humor ou desenhos abstratos para fazê-la ser mais leve. “Nós queremos passar essas mensagens de maneira esperançosa, para que nossos consumidores possam acreditar que podem mudar as coisas”.

☆ Será que seu signo tem a ver com o signo do crush? Entenda o que é e do que fala a sinastria ☆