Couro de cacto: alternativa para moda consciente vira sensação

Batizado de Desserto Pele, esse couro ecológico foi criado no México e já está sendo comercializado.

As alternativas aos tecidos de origem animal, principalmente o couro, estão cada vez mais populares. Para além do fato de que o couro comum envolve crueldade animal, a química utilizada nos curtumes é extremamente nociva ao meio ambiente.

Com isso, a procura por alternativas mais sustentáveis só aumenta no mercado fashion. Seguindo essa tendência, dois amigos mexicanos desenvolveram a alternativa ecológica que é a mais nova sensação: o couro de cacto.

 (Divulgação/Divulgação)

A empresa Adriano di Marti foi criada por Adrián Lopez Velarde e Marte Cázarez, que buscavam novos negócios de baixo impacto ambiental. Assim chegaram ao Notus Cactos, uma espécie da planta que nasce em abundância no México e quase não precisa de água. O Desserto Pelle – nome dado ao tecido – pode ser usado na indústria da moda e também na automobilística.

 (Divulgação/Divulgação)

A alternativa ecológica pode ser produzida na espessura, cor e textura que cada cliente preferir e já está sendo vendida, sem quantidade mínima. O Desserto custa 25 dólares o metro, com 1,40 cm de largura.

O produto é orgânico e parcialmente biodegradável, o que faz com que seja muito menos nocivo ao meio ambiente do que qualquer couro sintético feito à base de petróleo – que ainda é a alternativa mais popular dentre os couros sem origem animal. A marca também garante que o material tem durabilidade mínima de 10 anos.