H&M publica foto racista e The Weeknd desfaz parceria com a marca

A marca pediu desculpas e chegou a tirar de todas as suas lojas o produto referente à polêmica.

Siga o mdemulher no Instagram

A H&M, gigante internacional de fast fashion, publicou em seu site uma imagem de muito mau gosto. Na foto, um menino negro aparece vestindo um moletom em que se lê “Coolest monkey in the jungle” – que em tradução livre seria “O macaco mais cool da floresta”.

Frente ao conteúdo racista, o colunista do The New York Times, Charles M. Blow, criticou a marca através do Twitter e ascendeu o debate. “@hm, vocês perderam a cabeça?!?!?”, publicou ele na última segunda-feira (8).

Fazendo uma comparação entre as peças da coleção, um outro usuário do Twitter explicou resumidamente por que a campanha é ofensiva – já que, como sempre, muita gente acredita que tudo isso não passa de ~mimimi~.

“Então a criança negra usa o moletom da H&M dizendo ‘O macaco mais cool da floresta’ e a criança branca veste o que diz ‘Especialista em sobrevivência’. Isso é mais do que nojento. É uma projeção do pensamento neocolonial”.

Em meio às manifestações a respeito da imagem, o rapper The Weeknd declarou que não voltará a trabalhar com a H&M – recentemente ele colaborou na elaboração de uma coleção cápsula da marca. “Acordei hoje de manhã chocado e envergonhado por essa foto. Me sinto muito ofendido e eu não vou mais trabalhar com a @hm…”.

Em resposta, a H&M deu uma declaração ao The Washington Post pedindo desculpas pelo ocorrido.

“Nós sentimos muito pelo fato de essa foto ter sido feita, e também nos arrependemos de tê-la publicado. Sendo assim, nós não apenas removemos a imagem dos nossos canais, como também as peças desse produto nas lojas do mundo todo. Obviamente as nossas diretrizes não foram seguidas corretamente. Não há a menor dúvida quanto a isso. Nós vamos investigar o motivo pelo qual isso aconteceu para impedir que esse tipo de erro volte a ocorrer”.