Lena Waithe usou o look mais provocador de todos no Met Gala

O look dela foi um manifesto a respeito da perseguição que a Igreja Católica ainda exerce sobre a comunidade LGBT.

Na última edição do Met Gala, que rolou nessa segunda-feira (7), muitos looks nos deixaram de queixo caído, mas Lena Waithe conseguiu se destacar pelo teor político da roupa que vestiu. O tema da noite era a moda inspirada na religião católica e Lena resolveu chamar a atenção para o fato de que a comunidade LGBT é perseguida até hoje pela Igreja.

Classuda, ela vestiu um manto ao melhor estilo da chamada capa magna – que é usada pelo papa e por sacerdotes – nas cores do arco-íris. Por baixo da capa, optou por terno preto e camisa bem clássicos – assinados por Carolina Herrera.

Lésbica assumida, Lena é hoje uma das pessoas LGBT mais influentes da TV americana. Ela é atriz e roteirista da série “Master of None”, da Netflix, e ganhou o Emmy de Melhor Roteiro em 2017. Recentemente, Lena anunciou que está trabalhando no piloto de “Twenties”, que será a primeira série de TV focada em uma lésbica negra.

 (Jamie McCarthy/Staff/Getty Images)

 (Jamie McCarthy/Staff/Getty Images)

 (Jamie McCarthy/Staff/Getty Images)