Meghan Markle quebra o único protocolo real possível com look jeans

A Duquesa de Sussex acaba de inaugurar uma nova era de fashionismo na família real britânica.

A realeza britânica é conhecida por causa de The Crown uma série de regras curiosas e ultrapassadas. Os membros da família real teoricamente não podem ter contas no Instagram, os futuros reis são proibidos de usar calças até uma certa idade, existe um jeito certo para uma mulher sentar, a cor preta só deve ser usada no caso de luto e por aí vai. Mas, né, o ano é 2018 e grande parte dessas ~tradições~ não fazem o menor sentido – se é que algum dia já fizeram. Então, chega! basta! muda! É hora de parar de acusar Meghan Markle ou Kate Middleton ou Princesa Beatrice (as mulheres são sempre os alvos favoritos!) de quebrar protocolos, não tem cabimento e isso só perpetua ainda mais esse tipo de amarra desnecessária.

Leia Mais: Meghan Markle usou o look mais sexy de todos desde que virou duquesa

Dito isso, o único protocolo que a Duquesa de Sussex quebrou nesta quinta-feira (26) foi o de não ser possível ser mais estilosa, mais deslumbrante, mais chique sem esforço. Brincadeiras à parte, foi o look mais impressionante e fashionista que ela usou desde o casamento real, tudo estava no ponto e transbordava originalidade.

Meghan Markle, Duquesa de Sussex

Ao lado do marido, Príncipe Harry, em um jogo de polo para arrecadar fundos para crianças do continente africano com HIV e Aids, ela apareceu usando um vestido jeans azul com uma silhueta meio cinquentinha. Obviamente, não era qualquer vestido jeans, mas uma peça da última coleção da Carolina Herrera com o ~simbólico~ preço de 2 mil euros – e já está esgotado!

Meghan Markle, Duquesa de Sussex

O pulo do gato da produção, no entanto, ficou por conta do styling: o cinto gigante era ousado e cheio de personalidade, os sapatos Aquazzura eram uma graça e a bolsa que imitava palha J. Crew serviu para tirar qualquer caretice do lookinho.

Uma refrescante mudança de rota no estilo dela, que vinha apostando no seguro, nas mesmas cores e em modelagens parecidas. Essa rota “Michelle Obama” de se vestir cai muito bem em Meghan e se essa coisa de protocolo real fizesse sentido, esse serio o protocolo final que ela deveria quebrar, de trazer a finesse descomplicada da moda norte-americana para a às vezes sisuda monarquia britânica.