Ministério do Esporte autoriza Corinthians a captar R$ 12,3 milhões para CT da base

Que reclamar para o Facebook, que nada. Ela foi diretamente falar com alguém que tinha ~autoridade~

Alanah Pearce merece o nosso aplauso pela iniciativa inusitada. Ela trabalha fazendo resenhas de video games, e vinha recebendo diversas ameaças de estupro, vindas de trolls na internet.

Ao invés de apenas se irritar, ou reclamar com o Facebook sobre o assunto, pedindo a remoção das postagens, Alanah tomou um rumo diferente: ela stalkeou os trolls, buscou pelos perfis das mães deles no Facebook, e reclamou diretamente com elas.

Ou seja, ao invés de reclamar com a ferramenta, ela foi diretamente falar com quem provavelmente tinha alguma autoridade sobre os tais trolls.

O resultado é interessante, e seria até engraçado, se não fosse trágico: as mães que a responderam pediram desculpas pelos filhos, que provavelmente vão pensar duas vezes em fazer ameaças do tipo de novo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s