Moda do sutiã cone do pós-guerra pode voltar

Conheça a história por trás da peça e entenda como ela ganha destaque em trabalhos de estilistas famosos.

Embora Jean Paul Gaultier tenha criado o famoso sutiã cônico para Madonna em sua turnê Blond Ambition Tour (1990), o estilista não inventou a peça. A origem da moda dos peitos pontiagudos é de 1950.

Na época, a tendência mais quente era a combinação sexy entre os suéteres super apertados e o tal sutiã de pontas exageradas. Estrelas como Patti Page, Elizabeth Taylor, Marilyn Monroe e Brigitte Bardot aderiram aos peitos voluptuosos. No entanto, a moda logo tornou-se obsoleta, pois em 1960 já emergia o movimento feminista.

Uma caricatura da feminilidade

Depois da Segunda Guerra Mundial, as mulheres recuperavam suas curvas com a recente prosperidade e buscavam valorizar seus corpos com as lingeries.

Foi nesta mesma época que surge o revolucionário “New Look” (1947) de Christian Dior impactando as noções de estilo no mundo todo com a promoção de uma figura idealizada de “ampulheta” – quadris redondos, peitos proeminentes e uma cintura ultra marcada por espartilho (para tristeza de Coco Chanel, que havia lutado tanto para libertar as mulheres deste dispositivo de tortura). Claro que nada disso era confortável, mas a sociedade parecia tentar recuperar algum tipo de feminilidade anterior à guerra.

Após a tendência unisex dominar as passarelas, Stella McCartney traz de volta os sutiãs pontiagudos em uma de suas coleções recentes. Será que a moda volta mesmo com tantas conquistas e discussões do movimento feminista?

Prada Prada

Prada (/)

 

Louis Vuitton Louis Vuitton, foto: Leo Faria/FOTOSITE

Louis Vuitton, foto: Leo Faria/FOTOSITE (/)

☆ Descubra o significado de VÊNUS no seu Mapa Astral ☆