‘A Dona do Pedaço’ erra muito ao mostrar falsa acusação assédio como piada

Cena de Kim e Márcio repercutiu muito negativamente em 'A Dona do Pedaço'.

Parecia uma simples piada no núcleo cômico de ‘A Dona do Pedaço‘. Kim (Monica Iozzi) procurou por Márcio (Anderson Di Rizzi) no trabalho e, às portas fechadas, ordenou que ele terminasse com a namorada Silvia (Lucy Ramos). Diante da negativa do rapaz, Kim arrancou parte de sua roupa e começou a gritar “Para! Para!” enquanto puxava Márcio para perto de si. Em poucos segundos, os outros funcionários da empresa chegaram e viram uma cena que parecia ser de um assédio sexual – e até a polícia foi envolvida. Mas, será que isso teve graça?

Kim é uma personagem interessantíssima, mas quando interage com Márcio ela muda muito e se torna um clichê de mulher obsessiva. Age de forma louca e extrema, como um estereótipo da imagem de “mulher maluca” que ainda existe no imaginário das pessoas. Ao colocar alguém assim num núcleo cômico, a intenção do texto parece ser “ironizar com o cotidiano”, como se esse tipo de situação fosse normal e as pessoas poderiam rir com identificação.

A Dona do Pedaço, Kim finge assédio

 (Globo/Reprodução)

O timing para essa cena de ‘A Dona do Pedaço’ não poderia ser pior. Recentemente, o jogador Neymar envolveu-se em uma acusação de estupro que ainda está sendo investigada. Assim que a notícia explodiu, uma parcela considerável das pessoas saiu em defesa ao jogador, alegando que a mulher era uma “Maria-chuteira” e estava “inventando um caso para aparecer”.

Na vida das mulheres, não é incomum que denúncias assim sejam consideradas mentiras, e ter uma personagem que realmente está mentindo é um desserviço à causa. Mesmo na vida real, quando uma mulher mente em alguma denúncia séria, é um desserviço a todas as outras mulheres que sofrem algo parecido e são desacreditadas.

A Globo faz muitas campanhas sociais em sua programação, e já defendeu muitas causas femininas em vários programas e novelas. Em ‘O Outro Lado do Paraíso‘, por exemplo, após a exibição do capítulo em que Clara (Bianca Bin) apanhava de Gael (Sergio Guizé), a emissora colocou um aviso alertando que esse tipo de crime deveria ser denunciado. Porém, todo esse esforço de conscientização vai para o ralo quando algum autor de novelas faz piada com coisa séria.

A trama é escrita por Walcyr Carrasco, com colaboração de outros três escritores homens. Não tem mulher alguma na equipe de roteiro para falar o que uma mulher passa quando é desacreditada em uma denúncia. Rigoroso do jeito que é com o próprio texto, nem mesmo a diretora Amora Mautner ou a intérprete da personagem teria liberdade para poder mudar alguma coisa. ‘A Dona do Pedaço’ é uma novela sobre mulheres fortes, mas falta ao roteiro um olhar feminino. Ou mesmo um olhar simplesmente sensato para saber com o que não se deve fazer piada.