Bem antes de A Dona do Pedaço: veja as principais influencers das novelas

Vivi Guedes de 'A Dona do Pedaço' não foi a primeira digital influencer das novelas

Em um mundo como o nosso, repleto de celebridades de Instagram e YouTube, era até esperado que surgisse uma personagem como Vivi Guedes (Paolla Oliveira) em ‘A Dona do Pedaço‘. Sua fama na história é gigantesca e desperta a inveja de muitas pessoas, como Josiane (Agatha Moreira) e Fabiana (Nathalia Dill), mas essa não foi a primeira digital influencer das novelas. Temos duas personagens anteriores que merecem ser relembradas: Amora de ‘Sangue Bom’ e Luciana de ‘Viver a Vida’.

Amora de Sangue Bom

 (Globo/Divulgação)

A poderosíssima Amora Campana (Sophie Charlote) era a protagonista de ‘Sangue Bom, novela das sete exibida em 2013, mas isso não quer dizer que se trata de uma personagem gostável. Muito pelo contrário, o público torcia para a mimada e egoísta se ferrar diante dos surtos e decisões pouco corretas da it girl. Amora tinha um passado pobre, mas foi adotada pela atriz Barbara Ellen (Giulia Gam) e desde então despontou como influenciadora e colecionadora de sapatos.

O mais interessante no caso de Amora é que a personagem surgiu quando pouco se falava em Instagram. A rede de fotos não tinha o alcance de hoje em dia, muito menos recebia grandes investimentos, então a carreira de Amora foi conquistada através de muito post em blog mesmo. Se a novela fosse refeita para os dias atuais, com certeza Amora teria uma conta no Insta, igualzinho o que temos com a Vivi Guedes de ‘A Dona do Pedaço’, para postar seus looks do dia e suas frases de superação.

Luciana de Viver a Vida

 (Globo/Divulgação)

Muitos anos antes de Amora, uma outra personagem conseguiu se tornar uma “blogueirinha”, mas dessa vez longe do tema moda. Em ‘Viver a Vida‘ (2009), a jovem Luciana (Alinne Moraes) sofreu um acidente terrível e o diagnóstico foi cruel: ela estava tetraplégica. Durante toda a novela, acompanhamos o sofrimento e superação da personagem, e o Brasil inteiro começou a se sensibilizar com seu caso, a ponto de ignorar a protagonista da novela, Helena (Taís Araújo). Como forma de ajudar a lidar com sua nova vida, Luciana foi estimulada a fazer um blog para compartilhar suas experiências… e esse blog existiu de verdade.

A Globo transformou o blog da Luciana em realidade ao colocá-lo no site oficial da novela. Ou seja, a personagem postava um texto na novela e todo mundo podia ler no site. Vamos lembrar que as redes sociais ainda não tinham força muito grande em 2009, o Orkut estava bombando, o Twitter engatinhando e o Facebook estava longe de ter o apelo de hoje. É até interessante imaginar que, se refizessem a novela hoje, provavelmente Luciana seria uma YouTuber ou daria palestras motivacionais para impactar as pessoas.

Como a “profissão” de influencer ainda é algo muito recente, só agora as novelas estão colocando esse tipo de personagem em posições de destaque da trama. É questão de tempo até termos uma protagonista YouTuber ou Instagramer… quem sabe?