Essa nova teoria sobre os assassinatos em ‘O Sétimo Guardião’ é surreal

E se a morte de todos os guardiães em 'O Sétimo Guardião' for uma grande farsa?

Na reta final da novela ‘O Sétimo Guardião‘, os guardiães da fonte mágica de Serro Azul estão morrendo um a um, vítimas de um misterioso serial killer. O autor tem jogado várias pistas sobre personagens que podem ser os responsáveis pelos assassinatos, como o prefeito Eurico (Dan Stulbach) e o malvado Sampaio (Marcello Novaes), mas uma teoria nascida nos bastidores da novela tem ganhado muita força: e se tudo for uma farsa?

Segundo a teoria que nasceu nos Estúdios Globo, e que foi compartilhada pelo jornal Extra, os guardiães não morreram. Judith (Isabela Garcia), após conversar com o espírito de Egídio (Antonio Calloni), estaria “escondendo” os guardiães e simulando suas mortes com o objetivo de reunir novamente a Irmandade.

Alguns detalhes podem indicar que essa teoria tem um pezinho na realidade: Judith não gosta da ideia de Gabriel (Bruno Gagliasso) reunir novos guardiães, e começará a agir de forma muito suspeita nos próximos capítulos. Vale lembrar também que a produção da Globo deixou os atores dos personagens “falecidos” de sobreaviso, pois  eles ainda podem ser chamados para gravar novas cenas pra novela, provavelmente mostrando o momento das mortes. Por fim, nenhum corpo foi enterrado em Serro Azul, todos foram levados para sepultamento em Greenville.

Não dá pra saber ainda se essa teoria é verdadeira, porque o autor Aguinaldo Silva ainda escreve os capítulos finais de sua novela (sozinho, para nada vazar), mas considerando que ‘O Sétimo Guardião’ se trata de uma novela de realismo fantástico, qualquer coisa pode acontecer. Até mesmo mortes falsas!

A importância de Mercúrio no seu Mapa Astral – escute já!