Regressão de Laura em ‘O Outro Lado do Paraíso’ vira polêmica

A hipnose de Laura na novela despertou comparações do público e indignações de profissionais.

A novela ‘O Outro Lado do Paraíso‘ tem tratado de um assunto muito polêmico nesta semana: a pedofilia. A personagem Laura (Bella Piero) recentemente se casou com o médico Rafael (Igor Angelkorte), mas não consegue manter relações sexuais com o marido por ter um bloqueio que a impede.

Para ajudá-la (e ao mesmo tempo preparar sua vingança contra o delegado), a mocinha Clara (Bianca Bin) ofereceu um recurso para a garota descobrir o que tanto a impede de transar com seu marido. A ideia da protagonista da novela é contar com o auxílio de Adriana (Julia Dalavia), a advogada que fez um curso de coaching e ofereceu uma hipnose para descobrir a fonte do problema através de uma regressão.

Assim, Laura fez algumas sessões com a advogada e pudemos acompanhar a cena da regressão da personagem. Com imagens muito bonitas, crédito ao diretor Mauro Mendonça Filho, vimos a jovem Laura passeando por um campo de girassóis até encontrar uma porta. Do lado de dentro existe um tanque de tartarugas que misteriosamente amedronta a garota.

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

Laura havia parado a sessão de hipnose a primeira vez aí, mas no capítulo do dia 8 de fevereiro a personagem avançou na memória e pôde descobrir exatamente o que tanto a amedrontava: seu padrasto, Vinícius (Flávio Tolezani). Através do coaching de Adriana, Laura conseguiu se lembrar que Vinícius a assediava quando criança, e isso foi representado ao público de ‘O Outro Lado do Paraíso’ com imagens dignas de um filme de terror.

Vinícius surge na regressão e começa a olhar lascivamente para Laura. A garota tenta fugir, mas o caminho para escapar envolve um corredor com mãos em todos os lados, que a tocam de maneira inapropriada.

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

Para finalizar a regressão, vimos Laura presa em uma casa de bonecas enquanto Vinícius, gigante e do lado de fora, invade a janela da casa para pegar a garota. A cena foi a gota d’água para ela, que acordou da regressão e conseguiu se lembrar que foi abusada por Vinícius quando era criança.

Laura então foi consolada por Clara, enquanto a Globo exibia um aviso na tela alertando que abuso de crianças é crime.

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

O Outro Lado do Paraíso, regressão Laura

 (TV Globo/Reprodução)

Cópia de ‘Stranger Things’?

Desde a primeira vez que apareceu na novela, a cena de Laura entrando pela porta e indo parar num lugar escuro e com poucas cores fez muita gente lembrar do Mundo Invertido de ‘Stranger Things‘.

Mundo Invertido de Stranger Things

 (Netflix/Reprodução)

Ciente das comparações, o diretor de ‘O Outro Lado do Paraíso’ foi até sua conta pessoal no Twitter para explicar as semelhanças:

O que dizem os psicólogos

Após as primeiras notícias de que Laura iria descobrir que seu padrasto a abusava quando criança através da hipnose, o Conselho Federal de Psicologia se manifestou através de uma nota lançada no site oficial da organização. Intitulada “O outro lado do paraíso presta um desserviço à população brasileira“, o texto afirma que o caso foi tratado sem o cuidado que o tema exige.

“Mesmo compreendendo o caráter de uma obra de ficção, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) entende que a telenovela “O outro lado do paraíso”, por se tratar de uma obra capaz de formar opinião, presta um desserviço à população brasileira ao tratar com simplismo e interesses mercadológicos um tema tão grave como o sofrimento psíquico de personagem cuja origem é o abuso sexual sofrido na infância., afirma o comunicado.

Saudamos como positiva a manifestação de diversos grupos e escolas de coaching, que, manifestando-se sobre o ocorrido, afirmaram compreender que os transtornos mentais devem ser cuidados por profissionais da saúde mental. O CFP faz um alerta à sociedade para que não se deixe iludir. As pessoas devem buscar terapias adequadas conduzidas por profissionais habilitadas para os cuidados com a saúde, particularmente a saúde mental.

A situação da novela fica ainda mais complicada porque, segundo a jornalista Cristina Padiglione da Folha de S.Paulo, a ação de coaching de ‘O Outro Lado do Paraíso’ foi uma ação paga pelo IBC (Instituto Brasileiro de Coaching).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s