10 ervas que fazem muito bem à saúde

Algumas ervas usadas no dia a dia escondem benefícios que vão além de dar mais sabor aos alimentos. 

Segundo a nutricionista Cintia Azeredo, do Vita Check-Up Center, a famosa salsinha, por exemplo, pode aliviar até cólicas menstruais. 

Já o orégano é capaz de combater a bactéria responsável por úlceras gástrica e duodenal. 

Veja a lista das 10 ervas poderosas que podem ser aliadas à sua saúde. E o melhor de tudo, que podem também ser cultivadas em casa. 

Alecrim

O alecrim, que pode ser usado para fazer chá e também temperar molhos, sopas e carnes, possui ação antisséptica, anti-inflamatória, além de proteger o fígado e controlar a pressão arterial. Ele também pode ajudar no combater da depressão e nos sintomas da tensão pré-menstrual (TPM).

Manjericão

Já o manjericão melhora o fluxo sanguíneo, além de possuir ação antioxidante e anti-inflamatória. Ele normalmente é utilizado em molhos para massas, sopa de legumes, tomates, carnes, frangos e peixes.

Salsinha

A salsinha é um dos temperos mais famosos usados no Brasil. Ela possui ação digestiva, combate cólicas menstruais e ainda é indicado para infecções urinárias e problemas renais.

A salsinha também é rica em antioxidantes e age como anti-inflamatório. Pode ser utilizada no preparo de legumes, assados, sopas, massas, carne e frango.

Tomilho

O tomilho possui ação antioxidante e evita também o envelhecimento precoce. Ele ainda atua como antisséptico e ajuda combater doenças do aparelho respiratório. O tempero é muito utilizado em ensopados, pratos com feijão e carnes. 

Hortelã

Além de muito saborosa, a hortelã tem ação analgésica, estimulante, aromatizante, antioxidante, vasoconstritora, expectorante, previne problemas bucais e, ufa, ainda ajuda na digestão, aliviando problemas estomacais e intestinais. 

Usada muito para preparo de chás e sucos, a hortelã pode dar mais sabor em pratos como feijão, batata, berinjela e cordeiro.

Orégano

Se você acha que o orégano só serve para dar sabor ao molho de tomate, se engana.  Esse tempero tem ação antioxidante, anti-inflamatória e antibacteriana. Ele também auxilia no combate a uma das bactérias responsáveis por úlceras gástrica e duodenal. 

Além disso, o orégano atua no sistema digestório, aumentando a produção de enzimas digestivas. Em ensopados e carnes, ele também vai muito bem. 

Camomila

Famosa como calmante natural, a camomila possui também ação antiespasmódica, antidiarreica, analgésica, antialérgica, anti-inflamatória, sedativa e diurética. 

Ela pode ser utilizada em chás e produtos cosméticos.

Capim-limão

O capim-limão possui ação antibacteriana, antitérmica, antianêmica, antidepressiva, além de estimular as funções digestivas.

Normalmente ele é usado para o preparo de chás, mas vai bem com salada de frutas e aves.

Capuchinha

A Capuchinha possui ação antibacteriana, antisséptica, diurética e digestiva e além de reforçar o sistema imunológico. 

Essa erva pode ser utilizada em saladas, sucos, temperos e chás.

Sálvia

A sálvia tem ação digestiva, diurética, hipoglicêmica, antisséptica, antioxidante e pode até prevenir queda de cabelo e ajudar no bom funcionamento do intestino.

Essa erva poderosa pode ser utilizada em carnes, assados e também conservas.

Matéria publicada em Exame.com