Aprenda a proteger sua audição

Uma vez que vai, a audição não volta mais. Todo cuidado é pouco para evitar situações de risco!

Foto: Getty Images

Preste atenção nos sons do seu dia a dia: buzinas, sirenes, música alta, ônibus barulhento, gente falando alto… É muita coisa, né? “É a poluição sonora, um acúmulo de ruídos ambientes que causam danos à audição”, explica o médico Manoel de Nóbrega. O problema é tão grave que, no último Censo, mais de 7,5 milhões de brasileiros declararam ter difculdade de audição, um salto de 2 milhões em apenas dez anos. O pior é que o dano às células auditivas, que já são pouquíssimas, é irreversível.

Muito do que a gente faz no cotidiano causa danos aos ouvidos. “Ouvir música alta, especialmente com fones de ouvido, e limpar o canal auditivo com cotonete são atitudes perigosas”, diz o também especialista Fabrízio Romano. Isso não signifca que passar horas na balada em frente à caixa de som, uma vez ou outra, vá danifcar sua audição para sempre, como explica o doutor Manoel: “O ouvido entupido e o zumbido são sintomas temporários, que passam após um período de repouso. A exposição constante é que realmente causa danos.”

Os primeiros sintomas da perda de audição são um zumbido que não para e difculdade para ouvir sons mais agudos, como os vocais das Empreguetes. “Tais sintomas podem ser acompanhados
também de tontura e de dor de ouvido”, ressalta o doutor Fabrízio. Caso você já esteja aumentando muito o volume da TV pra entender o que a Carminha falou pra Nina, não espere mais para procurar
um otorrino!

Aprenda a cuidar dos seus ouvidos

Ouça o som de fora sempre!
Fones de ouvido para abafar sons de fora são um perigo, ainda mais na rua! “Ele diminui a atenção e pode causar graves acidentes”, alerta Manoel de Nóbrega. A dica é usar os fones apenas em casa, para ouvir a música com mais atenção e sem precisar botar o volume nas alturas!

Limpe com cuidado
Evite introduzir objetos (como cotonetes) no canal auditivo. Passe os bastões apenas na parte de fora.

Hora do expediente
Preste atenção nos sons em seu trabalho. Se for um local muito barulhento, onde você precisa gritar para conversar, use protetores auriculares. Eles custam a partir de R$ 3 e podem ser encontrados em
casas de material de construção.

Descanso pós-festa
 Vai pra balada? Dê um descanso aos ouvidos logo em seguida: procure um ambiente silencioso para repousar. Assim, você evita danos graves.

55 decibeis
É a potência máxima de som que você pode ouvir sem prejudicar a saúde, de acordo com a Organização Mundial da Saúde

Conheça os ruídos do dia-a-dia

– O canto dos passarinhos tem apenas 10 decibéis. Pode ouvir sempre!
– O tique-taque do relógio tem 30 decibéis. Nem precisa se preocupar com o barulhinho.
– Bebê chorão é sinal de dor de cabeça e de ouvido! Com 60 decibéis, o som já incomoda.
– Um caminhão emite até 100 decibéis. Mais de duas horas no trânsito já causa danos!
– Os fãs de música têm que fcar atentos: o som do piano tem 80 decibéis. É bem alto!
– Show de rock é sempre alto: 110 decibéis! Não deveria passar de meia hora, mas…
– A decolagem do avião tem 120 decibéis. Se trabalha ou mora perto de aeroporto, fque esperta!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s