Chocolate não é vilão: conheça seus benefícios para a saúde

Se consumido com moderação e tiver boa concentração de cacau, que fique bem claro! :-)

Passada a Páscoa, restam as lembranças e fotos ótimas dos encontros com familiares e amigos e, via de regra, mais chocolate que o habitual em casa. A boa notícia é que você não precisa ficar com peso na consciência a cada mordida, achando que comer os ovos e coelhinhos de chocolate que ganhou só vai lhe fazer mal. Se você os consumir moderadamente e eles forem de boa qualidade, podem até trazer benefícios para sua saúde.

Antes de partirmos para o lado saudável de comer chocolate, valem dois esclarecimentos: de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a recomendação é que sejam consumidos até 50 gramas de chocolate por dia e que ele tenha o máximo possível de cacau em sua composição. “Com no mínimo 40% de cacau já seria interessante”, sugere Jacqueline Moniz Anversa, nutricionista da Clínica Dra. Maria Fernanda Barca.

Em maior quantidade e com menor concentração de cacau, eles não surtem os bons efeitos de que vamos falar aqui.

Agora, sim! Com a ajuda de Jacqueline e da também nutricionista Mariellen Emidio Figueroa (do Kurotel – Centro Médico de Longevidade & Spa de Gramado – RS), da dermatologista Cínthia Orasmo (membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia) e do cardiologista Guilherme Sangirardi (membro da SOCESP – Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo e da SBHCI – Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista), listamos a seguir 6 benefícios do chocolate para a saúde.

O chocolate diminui o risco de diabetes tipo 2

A nutricionista Jacqueline conta que há estudos que associam o consumo de chocolate à diminuição do risco de diabetes tipo 2 (doença crônica em que a pessoa tem resistência aos efeitos da insulina ou não produz insulina suficiente para manter a glicose do organismo em níveis normais), “já que estimula a secreção de insulina pelas células beta pancreáticas”.

Consumir chocolate amargo é bom para o coração

Chocolate amargo é aquele com 70% de concentração de cacau e é ótimo para a saúde cardiovascular. O cardiologista Guilherme explica: “Por apresentar uma alta concentração de pó de cacau e pó de amêndoa em sua composição, o chocolate amargo é rico em flavonoide, substância com a capacidade de reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL). Suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias diminuem a progressão da doença aterosclerótica, por impedir a oxidação do colesterol ruim e seu depósito nas paredes das artérias. Além disso, ele possui ações vasodilatadoras, agindo no controle da pressão arterial”.

Pode comer seu bom chocolate feliz, miga!

Pode comer seu bom chocolate feliz, miga! (Purestock/Thinkstock)

O chocolate pode melhorar a aparência de sua pele

Exatamente isso que você acabou de ler. O chocolate não causa nem piora a acne. “Isso é mais um mito sobre a pele que está sendo derrubado. Estudos atuais mostraram que não há relação entre comer chocolate e piora das espinhas”, garante a dermatologista Cínthia.

O problema, ela explica, são os demais componentes dos chocolates que comemos, como açúcares e derivados do leite.

“O cacau é rico em flavonoides e polifenóis, substâncias com ação anti-inflamatória e antioxidante. Desta forma, beneficiam a circulação sanguínea, inclusive na pele, auxiliando na melhora das olheiras, por exemplo.”

Segundo as nutricionistas Mariellen e Jacqueline, o cacau tem poder antioxidante maior que o chá verde, o chá preto e o vinho tinto.

Os bons chocolates evitam o envelhecimento precoce da pele

Quem come chocolates com boa concentração de cacau pode notar uma melhora na vivacidade da pele. Isso porque os mesmos flavonoides e polifenóis mencionados ali em cima combatem os radicais livres produzidos pelo organismo, ajudando na renovação da pele e evitando seu envelhecimento precoce.

A saúde mental é beneficiada pelo chocolate

A nutricionista Mariellen ressalta que, com quantidades significativas do aminoácido triptofano, responsável por elevar os níveis de serotonina, dopamina e feniletilamina – os neurotransmissores da felicidade, do prazer e da paixão –, o chocolate tem o poder de auxiliar na melhora do humor e na diminuição da ansiedade e do estresse, o que beneficia sua saúde mental.

Mas atenção: ele é apenas um ajudante nessa missão. Se você tiver sintomas de depressão ou de ansiedade, é necessário procurar um psiquiatra para fazer um tratamento adequado.

Veja também

O cacau é rico em nutrientes essenciais ao organismo

Magnésio, ferro, cromo, manganês, zinco, cobre, vitaminas B6, B3 e C, além de fibras, são os nutrientes do cacau destacados por Mariellen. Eles são essenciais para o bom funcionamento do organismo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s