Chega de tanto suor!

Transpirar é preciso mas, em excesso, pode virar um incômodo e tanto. Fique longe dessa preocupação com estratégias supereficazes

Neste começo de ano, os termômetros de algumas das grandes cidades do país registraram as mais altas temperaturas desde o início das medições feitas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em 1943. Embora o verão já esteja terminando, o mês de março ainda promete dias bastante quentes, e, nesse calorão, a transpiração é a principal resposta do corpo. “O suor abundante é uma reação necessária para manter o organismo em equilíbrio, pois regula a temperatura corporal e libera sais em excesso”, explica Carolina Marçon, da Sociedade Brasileira de Dermatologia. O problema começa quando o líquido – incolor e inodoro – passa a atrair bactérias causadoras do mau cheiro. Segundo a profissional, esse é um processo que se manifesta com mais frequência em pessoas com predisposição genética, mas também ocorre por falta de higiene e em condições favoráveis à umidade, como o uso de roupas muito apertadas ou fabricadas com tecidos sintéticos que não deixam a pele respirar. Além de potencializada pela elevação da temperatura, a sudorese também costuma ser desencadeada por fatores emocionais, o que explica, por exemplo, aquela umidade nada agradável que percebemos nas nossas mãos quando estamos ansiosos ou apreensivos.

É normal?
Segundo a dermatologista Silvia Zimbres, quando o suor aparece várias vezes ao dia – independentemente da temperatura do ar – e em diferentes áreas do corpo, como axilas, face, couro cabeludo, mãos e pés, o incômodo pode ser caracterizado como hiperidrose. “A transpiração de quem sofre com esse problema é capaz de encharcar a roupa. Nesses casos, além de evitar o contato com o calor na medida do possível, é preciso procurar um médico”, alerta a especialista.

Verão sem estresse
– Evite ingerir comidas e bebidas muito quentes, pois elas elevam ainda mais a temperatura do corpo, impulsionando a transpiração.
– Experimente a nova linha Rexona Clinical, com fragrância encapsulada, que intensifica o combate ao mau cheiro. Sua fórmula Trisolid é ideal para quem sofre com suor excessivo, já que protege até 3x mais que um antitranspirante comum.
– Prefira vestir roupas claras. As cores escuras – especialmente o preto – absorvem a radiação infravermelha, que retém muito calor.
– Ao praticar exercícios, troque as roupas de poliéster e náilon pelas de poliamida – fibra menos espessa que evita o acúmulo de bactérias responsáveis por odores indesejados

Mitos e verdades sobre o suor
Medo e ansiedade favorecem a produção de suor.
Verdade: hormônios liberados em condições de estresse alteram o funcionamento das glândulas sudoríparas.

A transpiração excessiva promove o emagrecimento.
Mito: O que ocorre é perda de água. Não há eliminação de gordura.

Os isotônicos devem ser ingeridos sempre que o suor for abundante.
Mito: A bebida só é necessária durante atividades físicas de longa duração. Para exercícios rápidos, a hidratação com água é suficiente.

O líquido produzido pelas glândulas sudoríparas é incolor e inodoro.
Verdade: As manchas e o mau cheiro são causados por bactérias atraídas pela umidade.
Alimentos muito condimentados estimulam a transpiração.
Verdade: os temperos fortes aceleram o metabolismo e, consequentemente, aumentam a sudorese.