Cólica: entenda o que está por trás dela e o que fazer para aliviar a dor

Essa chateação pode ocorrer no intestino, no útero e até no estômago. Conheça as causas e as saídas para aplacar as dores.

A cólica menstrual ocorre quando o útero se contrai para eliminar o sangue acumulado.
Foto: Kaspiic/Thinkstock/Getty Images

 

O que é a cólica

De repente, você sente uma dor estranha. Ela vem devagarinho, mas vai ficando muito forte e faz até você jogar o corpo para a frente, curvando-se, para aguentá-la. Essa é a cólica, uma contração muscular de algum órgão, geralmente, intestino, útero ou estômago, que indica que o organismo precisa eliminar algo. Enquanto isso não acontece, a dor segue um ritmo contínuo. Ela surge, vai aumentando de intensidade, tem um pico e depois melhora lentamente. Minutos depois, repete o mesmo ciclo. Às vezes, a dor é tão intensa que provoca vômito, tontura e cefaleia.


Cólica menstrual

A maioria das mulheres sofre com as cólicas menstruais. Elas ocorrem porque, para eliminar o sangue, o útero se contrai. A intensidade da dor varia muito. Algumas mulheres são mais resistentes e outras, mais sensíveis. Por isso, cada uma reage de forma diferente a esse período.

Tudo tem limite

Quando a cólica menstrual é intensa, prolonga-se por vários dias ou aparece depois que a menstruação acaba, é sinal de que algo não está bem. Pode ser que você esteja com endometriose (quando o endométrio, tecido que reveste o útero, vai para outros órgãos), mioma (caroço que cresce na parede do útero) ou pólipos no útero (pequenos tumores). Procure seu médico para fazer o diagnóstico e iniciar um tratamento.


Como prevenir e aliviar as dores

Respire fundo
Na hora em que a dor aparecer, a melhor saída é ficar deitada, tentar relaxar e esperá-la passar. Também vale respirar fundo. Inspire e expire o ar devagar. Isso vai acalmá-la e você passará pelo período um pouco menos estressada.

Dá-lhe fibras
A prisão de ventre é outro fator que provoca cólicas. Para evitar esse mal, o melhor é beber muita água (cerca de dois litros por dia) e incrementar seu cardápio com alimentos ricos em fibras, como cereais integrais, granola e frutas. Tudo isso ajuda a colocar as coisas em ordem e você se sente melhor.


E o bebê?

As cólicas em bebês são comuns nos primeiros três meses. Ao ver seu filho se contorcendo, tente:

– Esfregar as mãos e colocá-las na barriguinha dele.
– Fazer movimentos circulares na região.
– Flexionar e esticar, com cuidado, as perninhas do pequeno.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s