Como turbinar a hidratação do organismo nos dias mais secos de inverno

Hidratar-se de dentro para fora é fundamental para a saúde e também para o bom desempenho dos produtos para a pele.

Quem se preocupa com a saúde e a beleza da pele está sempre de olho nos melhores sabonetes, loções, géis, séruns e cremes de tratamento para usar diariamente. Mas não adianta focar só neles e se esquecer de hidratar o corpo de dentro para fora; é a ingestão de líquidos que facilita o funcionamento do organismo – da circulação sanguínea à eliminação de toxinas e de gordura – e até ajuda no desempenho de seus produtinhos.

A nutricionista esportiva Natasha Barros explica: “A hidratação corporal, por fora, serve como uma barreira que impede que a água evapore e saia da pele. Mas, se não ingerir líquidos, não adiantará passar creme ou óleo, pois faltará a hidratação do organismo, de dentro, para completar o processo.”

Nos dias mais secos de inverno, assim como nos muito quentes de verão, isso é particularmente sentido. “A frequência cardíaca se eleva e há uma perda de água. A tendência a desidratar é maior”, afirma. O resultado é uma pele que coça, apresenta rachaduras e vermelhidão e fica mais propensa a linhas de expressão marcadas

Há, ainda, o risco de consequências sérias para a saúde. A nutricionista Renata Bressan, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abelo), destaca que há um aumento na incidência de doenças pulmonares e cardiovasculares, alergias e propensões a infecções. “É muito importante reforçar a hidratação do organismo para evitar sintomas como o ressecamento dos olhos e das narinas, além do cansaço e dores de cabeça.”

Hidratação no prato e no copo (ou caneca)

A forma mais certeira de hidratar o organismo é colocar os alimentos certos no prato e as melhores bebidas no copo ou na caneca.

No prato, as nutricionistas recomendam frutas bem suculentas, como melancia, melão, tangerina, laranja, pera, maçã, morango, framboesa, abacaxi, pêssego, tomate. Abobrinha, pepino, chuchu e couve-flor também são boas fontes de hidratação.

Já no copo, os melhores são a água, os sucos, os chás e a água de coco. Eles devem ser ingeridos para repor os líquidos gastos por dia para a nossa sobrevivência, sem atividade física. A quantidade ideal é em torno de 2 litros por dia. Se for fazer algum exercício, aumente para 3 ou 4 litros, dependendo da intensidade.

Claro que não é necessário beber tudo de uma vez. Para quem sentir dificuldade para distribuir os líquidos ao longo do dia e quiser um gostinho além da água, Renata indica a seguinte rotina:

– Ao acordar: 1 copo de água

– No café da manhã: 1 xícara de leite desnatado

– Ao longo da manhã: 2 copos de água

– No almoço: 1 copo de água com limão

– Ao longo da tarde: 1 xícara de chá verde e 2 copos de água

– No jantar: 1 copo de água com limão

– Antes de dormir: 1 xícara de infusão/chá de camomila

“Quem não gosta de água pura pode incrementá-la com gotas ou rodelas de limão ou laranja. Este truque ajuda a deixar a água mais palatável”, sugere Natasha.

Água com rodelas de limão ou laranja para facilitar a ingestão de líquidos

 (grinvalds/Thinkstock)

Quando for fazer exercício físico, beba de 200 a 500 ml de água no mínimo duas horas antes e de 500 ml a 1 litro de água durante a atividade em si.

E como lembrar de beber todo o líquido necessário para o dia?

Quem não tem o hábito de beber os dois litros de líquidos diários pode acabar esquecendo de uma dose ou outra, o que não é exatamente muito bom.

Ainda bem que pensaram nisso e existem apps desenvolvidos especialmente para dar uma forcinha à ingestão de água. Você insere suas necessidades e eles programam os intervalos em que devem acionar o alarme do seu smartphone. Legal, né?

Testamos e recomendamos o Beba Água (para Android; baixe aqui) e o Drink!Water (para iOS; baixe aqui), práticos, amigáveis e que não nos deixam na mão. Em pouco tempo você lembrará de beber a água antes mesmo que eles se manifestem. “O hábito de beber água é treinável. O corpo vai sentindo cada vez mais necessidade dela”, garante Natasha.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s