Cuide bem do seu ouvido

Água, cotonete, música alta... Aqui, veja dicas de como se proteger dos principais causadores de problemas auditivos

Cuidado: a otite média pode provocar até surdez!
Foto: Getty Images

Você sabe como cuidar bem do seu ouvido? Conheça algumas infecções que causa danos severos, como surdez, e proteja o canal auditivo!

Otite externa

 

Quando: verão

Causas

O contato direto com a água, em praia ou piscina, facilita a entrada de líquido no ouvido. O uso do cotonete para “secar” a região piora o problema! Como o canal auditivo externo é fino, o bastonete pode provocar fissuras e até infecções.

Sintomas

Dor de ouvido, principalmente durante a mastigação, além de diminuição da audição.

Tratamento

Ao sentir dor, faça compressas quentes. Basta encostar COM CUIDADO um pano no ferro de passar roupa e colocar o tecido sobre o ouvido por cinco minutos. Um especialista pode indicar antibióticos. Esse tipo de otite não causa surdez.

 

Otite média

 

Quando: inverno

Causas

O canal de ligação entre o ouvido e o nariz tem a função de permitir a entrada de ar dentro do ouvido. Porém, os fluidos gerados por infecções – como uma gripe, por exemplo – podem bloquear a passagem e causar o problema.

Sintomas

Dor de ouvido e de cabeça, sensação de ouvido tapado, redução da audição e tontura. Uso de antibióticos, corticoides e descongestionantes com orientação médica. Quando necessário, pode ser realizada uma drenagem para retirar a secreção. Sem tratamento, pode-se até perder a audição!

Tratamento

Uso de antibióticos, corticoides e descongestionantes com orientação médica. Quando necessário, pode ser realizada uma drenagem para retirar a secreção. Sem tratamento, pode-se até perder a audição!

 

Chega de ouvir zumbido!

 

Sabe aquele apitinho irritante que se ouve de vez em quando? Ele nasce dentro da via auditiva e tem tratamento

Causas: exposição a ruídos excessivos e fone com volume alto, acima de 80 decibéis (uma conversa normal mede 60 decibéis). Descongestionantes e anti-inflamatórios também podem causar o problema.

Consequências: perda de audição e de concentração, irritação, ansiedade, problemas para dormir, depressão e até diminuição da libido.

Tratamento: na maioria dos casos, a cura não é definitiva, mas o problema pode diminuir com aparelhos auditivos e restrição de bebidas com cafeína – a substância diminui a circulação sanguínea e intensifica o zumbido.

Precauções: para se prevenir, ouça música em altura confortável, use protetores em lugares ruidosos e evite situações de estresse.

 

Órgão autolimpante?

 

Pode acreditar: o ouvido possui um mecanismo natural de limpeza! Alguns pelos localizados na região se encarregam de expulsar a cera que, em pequena quantidade, protege o canal auditivo de infecções. Por isso, evite lavar o ouvido com sabão e jogar água lá dentro. Cotonete? Nem pensar! Caso sinta necessidade de uma limpeza, procure um otorrinolaringologista.
 

 

Cuidado com o cotonete!

 

No verão, o cuidado com o ouvido deve ser redobrado. “Como ele fica muito mais exposto por causa dos banhos de mar e da piscina, se houver qualquer lesão no órgão, ela pode virar uma inflamação e causar uma otite externa”, explica Clarisse Saba, otorrinolaringologista da Escola Bahiana de Medicina. Para que isso não aconteça, ela aconselha a só limpar o ouvido com a toalha, com o dedo indicador por dentro. Outra razão para evitar a haste flexível : “Ele pode até perfurar a membrana do tímpano e causar surdez parcial”, diz.

Consultorias: Marcelo Alfredo, otorrinolaringologista da Beneficência Portuguesa de Santo André (SP) e do Centro Especializado em Otorrinolaringologia de São Bernardo do Campo (SP); Marcelo Ribeiro de Toledo Piza, diretor da Associação Brasileira de Otorrinolaringolia; Tanit Ganz Sanchez, chefe do Grupo de Pesquisa em Zumbido pelo Hospital das Clínicas de São Paulo.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s