Erradicado há quase 20 anos, sarampo volta em epidemia preocupante nos EUA

São 695 casos confirmados de sarampo, doença que voltou devido à baixa na vacinação.

Mais uma vez, um descontrole do sarampo, que estava erradicado nos Estados Unidos, levanta a questão da importância da vacinação. Nesta quarta-feira (24), o Centro de Controle e Prevenção de Enfermidades do país informou que os EUA vivem o momento de maior número de casos de sarampo em 19 anos. São 695 casos registrados desde o início deste ano, sendo Nova York o estado mais afetado.

A Unicef mostrou que que o número de crianças menores de um ano que não foram vacinadas nos Estados Unidos cresceu muito desde 2010. E os focos da doença estão justamente nos locais onde a taxa de vacinação caiu. 

O vírus é muito contagioso e pode levar à morte, apesar de ainda não haver registros de óbito em decorrência da doença no país este ano. 

O secretário de Saúde, Alex Azar, afirmou que semana que vem terá início uma forte campanha nacional para reforçar a segurança e eficácia da vacina e encorajar a população a se vacinar.