Estados Unidos aprovam pílula dos “cinco dias seguintes”

Novo medicamento foi aceito pelo órgão que regulamenta medicamentos no país

Siga o mdemulher no Instagram
Estados Unidos aprovam pílula dos "cinco dias seguintes"

Medicamento funciona até 120 horas após a relação sem proteção
Foto: Getty Images

Uma novidade em contraceptivos chegará em breve ao mercado norte-americano: trata-se do medicamento Ella, uma pílula de emergência que funciona como a do dia seguinte, mas que tem efeito se tomado até 120 horas, ou cinco dias, depois da relação sexual sem proteção.

O medicamento foi aprovado na último sexta-feira (13.08.2010) pelo FDA – Food and Drugs Administration – órgão responsável por regulamentar os lançamentos de alimentos e remédios nos Estados Unidos.

O FDA, porém, alerta em nota que o Ella “não é um método contraceptivo, mas, sim, um medicamento para emergências”. O medicamento é um inibidor da ovulação, antagonista do hormônio feminino chamado progesterona.

O Ella é fabricado pela Paris Laboratoire HRA Pharma. Ainda não há informação sobre se o medicamento também será vendido no Brasil.

Saiba como funciona a pílula do dia seguinte:
Como usar corretamente a pílula do dia seguinte
Quando é a hora certa de tomar a pílula do dia seguinte?