Guia de primeiros socorros

Aprenda o que você pode fazer - e também o que é proibido - diante de situações de emergências

Siga o mdemulher no Instagram

Muita atenção: você não deve mexer 
com vítimas de acidentes. 
Deixe isso para os paramédicos!
Foto: Dreamstime

Um desmaio, uma convulsão, um corte, um engasgamento ou até um acidente de trânsito são situações que costumam deixar as pessoas nervosas e, ao mesmo tempo, dispostas a ajudar as vítimas. Mas é preciso saber como agir para não piorar ainda mais a situação do acidentado. “O mais importante é ter calma”, ensina a enfermeira Rita Simone Moreira, coordenadora do Centro de Treinamento em Emergências da Universidade Federal de São Paulo. “Se você não conseguir se controlar, dificilmente poderá ajudar a vítima”.

A especialista explica que, se o acidente acontecer na rua, o procedimento correto é isolar a área, tentar acalmar a vítima se ela estiver acordada e ligar para o serviço de emergência. “Nunca mova a pessoa nem dê água ou alimentos para ela”, alerta. “Essas atitudes podem agravar lesões internas”.

Quando o acidente acontece dentro de casa, também é preciso estar preparada para prestar os primeiros socorros. A enfermeira Silene Celerino da Fonseca, responsável técnica pelo sistema Samu de São Paulo, aconselha um kit com alguns itens básicos de primeiros socorros: “Esse kit deve ter, no mínimo, gazes, ataduras, material anti-séptico e esparadrapos”.