Hipertensão: entenda o que está por trás do problema e como se prevenir contra ele

Se não for diagnosticada e tratada, a pressão alta patrocina males como infarto, derrame e insuficiência renal. Saiba como identificar o distúrbio e conheça atitudes para evitá-lo.

De acordo com o Ministério da Saúde, 24% da população adulta sofre de hipertensão.
Foto: dolgachov/Thinkstock/Getty Images

 

O que é a hipertensão

Se o ponteiro mostrar uma pressão arterial acima de 14 x 8 (ou 140 x 80 mmHg) é sinal de que está passando do normal. A hipertensão é uma doença caracterizada por uma elevação no nível de pressão nas artérias. Assim, o sangue precisa se esforçar mais do que o normal para circular pelo corpo. É um mal que compromete os vasos sanguíneos, o coração e os rins. Se não tratada, provoca insuficiência renal e cardíaca, AVC, infarto e pode levar à morte. O ideal é mantê-la perto de 12 x 8.


Sintomas e diagnóstico

Atenção à dor de cabeça
Um dos principais sintomas da hipertensão é a forte dor de cabeça. A pessoa também tem dores no peito, tontura, dificuldade para respirar, agitação, visão borrada e sangramento nasal.

Medições diárias
Para a pessoa saber se tem tendência ao problema, deve medir a pressão três vezes em dias e horários diferentes. Se o resultado sempre for perto ou passar dos 14 x 9, é sinal de que algo está errado. Para ter certeza do diagnóstico, o médico pede um exame que monitora a pressão arterial durante 12 ou 24 horas. O resultado, associado às atividades que a pessoa fez naquele dia, determina o diagnóstico da hipertensão.


Tratamento

A hipertensão arterial não tem cura, mas pode ser controlada. Uma alimentação adequada, a prática regular de exercícios físicos e o controle do peso são medidas eficazes nessa luta. Se, mesmo assim, a pressão continuar acima dos 14 x 9, então, são receitados medicamentos específicos para regulá-la.


Prevenção

Tire o sal da mesa
O sal é um dos vilões na alimentação do hipertenso. Quando ingerido em excesso, acumula-se no organismo, fazendo-o reter água. Esse movimento faz com que a pressão interna do vaso aumente. Use, no máximo, uma colher de chá na alimentação diária. Para não cair em tentação, retire o saleiro da mesa. Também descarte o uso de temperos prontos e use ervas frescas, como salsinha, tomilho e outras para dar sabor às refeições.

Meça a sua cintura
A medida da circunferência abdominal é outro fator que precisa ser observado com atenção. A gordura acumulada nessa região leva a uma série de transtornos, entre eles a hipertensão arterial. Nos homens, a medida não deve ultrapassar 102 centímetros. Já as mulheres devem ter até 88 centímetros de cintura.