Má notícia: beber cerveja atrai mosquitos, aumentando o risco de doenças

Curte aquela boa gelada? Cuidado, você pode ser um imã de mosquitos.

Especialistas afirmam: beber cerveja em excesso pode aumentar as chances de ser picado e contrair os vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Os estudos que levam à essa conclusão foram feitos no Japão e em Burquina Faso.

O primeiro ofereceu ao participantes 350 ml de cerveja feita com cevada, ao passo que o segundo usou uma de sorgo (teor de 4% de álcool). Nos dois casos, houve um aumento da atração dos insetos para os consumidores das bebidas.

E mais: notou-se que houve um estímulo ao voo dos mosquitos, o que pode ser atribuído à dispersão do álcool pelo organismo e presença de etanol no suor.

A conclusão foi que é possível que os organismos de consumidores de cerveja produzam mais cairomônio, uma substância química volátil que pode atrair os mosquitos.

Os pesquisadores ainda querem estudar outras bebidas para entender melhor o efeito do álcool. Mas, bebendo ou não, não se esqueça de se proteger com o uso de repelentes e, o mais importante, evitar a proliferação dos mosquitos.