Mau hálito: causas e tratamento

Descubra quais são as principais causas do mau hálito e conheça algumas dicas para tratar o odor

Três em cada dez brasileiros sofrem com mau hálito
Foto: Dreamstime

Todo mundo tem um bafinho, em menor ou maior intensidade, em algum momento do dia. Logo ao acordar, por exemplo, a boca e o nariz exalam enxofre, uma substância que resulta da diminuição da produção de saliva e da proliferação de bactérias durante o sono. “Esse mau hálito é temporário, ele vai embora após a volta da salivação. Outros odores como os provocados por jejum, cebola, alho, cigarro e bebida, desaparecem com a interrupção desses hábitos”, diz a dentista Silvia Britto, da Clínica do Hálito (RJ).

O problema é quando a halitose é permanente. “Ela deve ser investigada, pois pode indicar a existência de doenças como diabetes e câncer”, explica Silvia. “A maioria dos casos tem origem na boca, em placas de bactérias na língua, dentes e amídala”, afirma o cirurgião-dentista Rodrigo Bueno (SP). Se o mau cheiro for constante, procure já um dentista; mas se ele é temporário, ponha em prática as dicas a seguir e garanta um hálito fresco e perfumado.

Coma verduras, frutas e legumes

Alimentos à base de fibras, vitaminas, minerais, água e fitoquímicos auxiliam na hidratação, na produção de saliva e na limpeza bucal, retirando restos de alimentos e células mortas. São eles: gengibre, hortelã, salsinha (especiarias); maçã, abacaxi, laranja, mamão (frutas cítricas e ricas em água e fibras); cenoura, aipo, tomate, beterraba, alface, pepino (verduras e legumes). Lembre-se de comer a cada três horas, senão o corpo, para recuperar energia, começa a queimar gordura do sangue produzindo um cheiro ruim.

Evite alho e cebola

Seus odores caem no sangue, participam das trocas gasosas no pulmão e saem pela boca e pelo nariz. Mas não elimine esses poderosos anticancerígenos do cardápio! Para prevenir o bafo, consuma-os cozidos.

Beba água

Esse líquido é essencial para proporcionar umidade às mucosas, limpar a área e manter a salivação. Tome dois litros por dia. Bebidas com grande volume de água, como os chás (sem açúcar), também estão liberadas. Aposte em chá verde, boldo, erva-doce, alcachofra, dente-de-leão e hortelã.

Boca refrescante o dia todo

Melhore o hálito com essas poções sugeridas pela nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional (SP).

De manhã
Com os dentes limpos, faça um bochecho com este líquido: ferva 2 colheres (sopa) de erva-doce em 100 ml de água e deixe esfriar. Coe, junte 40 ml de álcool a 45% e 50 ml de água de rosas.

Após o almoço
Depois da refeição, beba chá verde sem açúcar para diminuir os compostos sulfúricos da boca. Um estudo da Universidade de British Columbia (EUA) descobriu que os polifenóis do chá ajudam a expulsar as bactérias da boca.

À tarde
Mastigue cravo-da-índia (bactericida), lascas de gengibre (antisséptico), balas ou chicletes sem açúcar (aumentam a produção de saliva).

À noite
No liquidificador, bata 1 folha de couve, 1/2 pepino com casca, 1 copo de água de coco, 5 folhas de hortelã, 1 fatia de abacaxi, 1 colher (sobrem.) de suco de limão e gelo. Beba com o estômago vazio.