Tudo sobre coletor menstrual: como comprar, colocar (15 dobras) e cuidar

Diferentemente do que você pode pensar, existem vários modelos do copinho e uma série de jeitos diferentes de colocal. Veja as dobras do coletor ilustradas!

A situação é comum: a mulher compra o famoso copinho acreditando que ele vai mudar a vida, que nunca mais vai comprar absorvente. Mas quando ela parte para a ação, não é tão simples assim. Inserir o coletor menstrual no canal vaginal pode parecer uma missão impossível. Não, você não está sozinha! E, sim, dá para fazer direitinho e chegar finalmente àquela parte de mudar a sua vida!

“A única desvantagem do coletor é o período de adaptação”, afirma Luisa Cardos, representante da categoria de Marketing da Korui, empresa que vende o produto. 

Então vamos lá: para te ajudar nessa missão, ilustramos de forma didática algumas dobras possíveis para que ele encaixe direitinho e você se sinta confortável. Uma delas deve dar certo, não desista! Além disso, listamos os tipos de coletores do mercado para que você acerte na compra. E ainda tem dicas para cuidar do seu copinho.

As 15 dobras

Para colocar o coletor menstrual com mais facilidade, tente uma destas dobras. O ideal é que ele fique posicionado na entrada do canal vaginal e, assim como acontece com o absorvente interno, não seja sentido quando estiver lá dentro. 

Conforme conta Martina Borrat, da também produtora Fleurity, “por ser composto de silicone medicinal, ele é super maleável”, o que além de proporcionar conforto, faz com que seja bastante fácil moldá-lo.

Tipos de coletor 

Já tentou todas as dobras possíveis e ainda não conseguiu se sentir confortável? Talvez você ainda não tenha achado o modelo certo!

As marcas que consultamos possuem diferentes tipos de coletores. Os critérios analisados para a seleção envolvem “a provável abertura do colo do útero e as pequenas variações do canal vaginal”, explica Deborah Dias, da equipe de comunicação da Inciclo, que considera fatores como idade e experiência de parto. 

 Inciclo

  • Tipo A: feito para mulheres com mais de 30 anos e/ou com filhos
  • Tipo B: ideal para mulheres com menos de 30 anos e sem filhos 
  • Teen: deve ser utilizado da primeira menstruação até os 19 anos de idade

Fleurity 

  • Tipo 1: indicado para mulheres com mais de 30 anos e/ou que já passaram por uma gestação
  • Tipo 2: confeccionado para aquelas com menos de 30 anos e que ainda não passaram por uma gestação
  • Fleurity Mini: para mulheres com colo do útero baixo, canal vaginal estreito, problemas com ressecamento vaginal, virgens e quem passou por alguma cirurgia de reconstrução

Korui

Lembre-se: se estiver tudo certo com o modelo que você escolheu e o modo como está inserido, não haverá vazamentos e nem desconforto.

Outras dicas importantes para quem quer usar coletor menstrual

  • Insira o copinho na direção do ânus e não para cima
  • Sempre lave bem as mãos antes de manipular o coletor
  • Procure estar relaxada na hora de colocar e retirar o coletor menstrual
  • Troque o produto de três em três anos, conforme determinado pela ANVISA 
  • Nunca deixe o coletor transbordar
  • Durante o ciclo, limpe o copinho apenas com água
  • Entre um ciclo e outro, esterilize o produto com água fervida por, no máximo, 5 minutos
  • Guarde o coletor em um ambiente seco.